PUBLICIDADE

VÍDEO: Vereador é acusado de assédio após agarrar vereadora em sessão na Câmara

Vereadora Carla Ayres (PT) publicou vídeo que mostra cena de assédio cometido pelo vereador Marquinhos (PSC)

7 dez 2022 - 23h22
(atualizado em 8/12/2022 às 09h55)
Compartilhar
Exibir comentários
Vereadora foi vítima de assédio em sessão da Câmara de Florianópolis
Vereadora foi vítima de assédio em sessão da Câmara de Florianópolis
Foto: Reprodução/Twitter:@carlaayres

A vereadora Carla Ayres (PT) publicou um vídeo nas redes sociais que mostra ela sendo assediada pelo vereador Marquinhos (PSC), durante uma sessão na Câmara Municipal de Florianópolis, nesta quarta-feira, 7. Nas imagens, é possível ver o parlamentar agarrando Carla pelas costas e a beijando na bochecha. O político publicou nota afirmando reconhecer o "erro" e pedindo desculpas à vereadora. 

“No dia em que aprovamos a Procuradoria da Mulher na Câmara Municipal de Florianópolis, mais uma cena de assédio que precisamos lutar para que não ocorra nas ruas e nos parlamentos do nosso país. Não é brincadeira se só um riu!”, tuítou a vereadora em seu perfil. 

O vídeo publicado pela parlamentar (veja abaixo) mostra ela andando por um corredor do Plenário, quando Marquinhos tenta cumprimentá-la. Em seguida, ele puxa o braço dela, se levanta e a abraça por trás, dando um beijo na bochecha de Carla, que tenta se esquivar. Ela se solta, e ele ri da situação. 

"Recebo com tristeza a notícia de acusação de assédio contra uma colega, vereadora Carla Ayres, na sessão desta quarta-feira (7), da Câmara Municipal de Florianópolis, com quem, apesar de divergências políticas, sempre demonstrei imenso carinho e respeito, dentro e fora do plenário.

Reconheço meu erro em abordar a vereadora de maneira inconveniente, sem a sua autorização, e diante disso peço minhas sinceras desculpas a ela e a todas as mulheres que se sentiram ofendidas pelo meu ato. Ressalto que em nenhum momento agi de maneira má-intencionada, porém, fui infeliz em invadir o seu espaço.

Levarei essa atitude equivocada como um aprendizado, compreendendo essa situação e repudiando toda forma de assédio. Sempre fui um defensor e incentivador da participação da mulher na política, sendo criador do projeto que fomenta a participação feminina na política, tendo o "Dia da Mulher na Política", celebrado 8 de março (caso sancionada, denominada Lei Olga Brasil da Luz).

Espero que a nobre vereadora, da qual tenho enorme apreço, aceite meu pedido de desculpas."

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade