PUBLICIDADE

PM suspeito de matar companheira na frente de filhos é preso no Rio de Janeiro

Policial está à disposição da Corregedoria da corporação, que instaurou inquérito para apurar os fatos

10 out 2022 - 18h15
Compartilhar
Exibir comentários
Ellen foi vítima de Thiago nesta segunda-feira, 10
Ellen foi vítima de Thiago nesta segunda-feira, 10
Foto: Reprodução/Redes sociais

O soldado da Polícia Militar, Thiago dos Santos Almeida, foi preso nesta segunda-feira, 10, após matar a companheira, Ellen Ramos Soares Ribeiro, de 32 anos, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ela foi encontrada com marcas de, pelo menos, cinco tiros, dentro de uma residência.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou ao Terra que o policial é suspeito de feminicídio, e que está à disposição da Corregedoria da Corporação, que instaurou Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias do fato.

De acordo com a PM, equipes do 14º Batalhão (Bangu) constataram que a mulher havia sido assassinada em uma residência na Rua Sibéria, em Bangu. A área foi isolada e o Corpo de Bombeiros e a Delegacia de Homicídios da Capital foram acionados.

O soldado da PM suspeito do crime teria matado a mulher na frente de seus dois enteados, filhos de Ellen, na madrugada desta segunda-feira. Ela foi encontrada por uma familiar em um cômodo da residência onde moravam seus pais.

O casal teria brigado durante a madrugada, depois de passarem o fim de semana juntos. Depois da discussão, Ellen foi para a casa dos pais com os dois filhos, e Thiago invadiu o imóvel, atrás da mulher, e teria a agredido e matado em seguida. Depois de ouvirem os tiros, parentes da vítima a encontraram sem vida.

O policial se entregou à polícia e foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) no Méier e encaminhado para a DHC, que investiga o caso. Ele já possuía anotações criminais por violência doméstica.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade