PUBLICIDADE

Vereadora trans do RN ganha processo após ser impedida de usar banheiro em shopping

Seguranças e gerente vetaram o uso do banheiro feminino do estabelecimento pela parlamentar Thabatta Pimenta e sua equipe de campanha

8 mai 2024 - 20h11
(atualizado em 27/5/2024 às 20h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Vereadora trans do RN ganha processo após ser impedida de usar banheiro de shopping
Vereadora trans do RN ganha processo após ser impedida de usar banheiro de shopping
Foto: Reprodução/Instagram/@eupimenta

A vereadora Thabatta Pimenta ganhou um processo contra o Shopping Via Direta, em Natal, por ato transfóbico. Em 2022, durante a campanha eleitoral, a parlamentar e sua equipe foram impedidas de usar o banheiro feminino. A sentença foi emitida em 5 de abril, pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), que definiu uma multa de R$ 5 mil por danos morais.

Então candidata a deputada federal, Thabatta conta que dois seguranças e o gerente do estabelecimento abordaram ela e a sua equipe com perguntas transfóbicas, como: “Qual o gênero está na sua documentação?”. 

“Esse episódio acessou vários gatilhos da minha infância e adolescência. Foi um momento difícil, que me deixou muito frágil psicologicamente para o restante da campanha eleitoral”, diz a vereadora de Carnaúba dos Dantas, interior do Estado potiguar. “Fui à Justiça porque não poderia deixar isso passar. Fui por toda a comunidade, que ainda sofre com isso”. 

“Tanta coisa séria acontecendo no nosso País, e as pessoas estão preocupadas onde eu vou fazer minhas necessidades”, desabafa. 

Única vereadora trans do Nordeste brasileiro e pré-candidata à Câmara Municipal de Natal, Thabatta conta que, no dia 29 deste mês, irá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para assistir à retomada do julgamento sobre o direito das pessoas trans de usarem o banheiro de acordo com sua identidade de gênero. A análise está parada desde 2015, segundo a parlamentar.

“O que estamos discutindo é um direito de uma parcela da sociedade, nós queremos o mínimo”, afirma. “Se for para abrir um terceiro banheiro, que seja para a população PCD, com toda a acessibilidade necessária. Nós, trans e travestis, queremos apenas ir ao sanitário de acordo com o gênero que nos identificamos”.

MPB e LGTQIAPN+: canções que mostram o orgulho da diversidade MPB e LGTQIAPN+: canções que mostram o orgulho da diversidade

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade