PUBLICIDADE

Léo Lins é demitido do SBT após piada sobre criança com hidrocefalia

Emissora confirmou que humorista não faz mais parte de seu elenco

4 jul 2022 - 18h18
(atualizado às 19h24)
Ver comentários
Léo Lins é demitido do SBT após piada sobre criança com hidrocefalia
Léo Lins é demitido do SBT após piada sobre criança com hidrocefalia
Foto: Popline

O humorista Léo Lins não faz mais parte do elenco do SBT, segundo confirmado pela emissora ao Terra na tarde desta segunda-feira, 4. A demissão dele ocorreu após viralizar um vídeo em que o humorista faz ‘piada’ com criança que tem hidrocefalia durante um show de stand up.

Na ocasião, o humorista citou o Teleton, que arrecada dinheiro em ações do SBT em prol da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). 

“Eu acho muito legal o Teleton, porque eles ajudam crianças com vários tipos de problema. Vi um vídeo de um garoto no interior do Ceará com hidrocefalia. O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora o pai puxa a água do filho e estão todos felizes tomando banho”, disse. 

Essa fala de Léo Lins durante a apresentação viralizou e repercutiu negativamente na web. Ele foi muito criticado por internautas, que relembraram também piadas dele de cunho homofóbico

Após a repercussão do ocorrido, o SBT informou por meio de nota que Léo Lins não faz mais parte do quadro de seu elenco e confirmou ao Terra que a mudança ocorreu nesta segunda-feira. Dessa forma, o humorista deixa de ser integrante do programa 'The Noite com Danilo Gentili'. 

AACD

A Associação de Assistência à Criança com Deficiência emitiu nota sobre o ocorrido afirmando que a declaração de Léo Lins configurava uma fala capacitista.

“A AACD repudia veementemente a "piada" feita por Léo Lins em vídeo divulgado recentemente nas redes sociais do comediante. Em uma fala extremamente infeliz e bastante capacitista, ele ataca pessoas com hidrocefalia, chama as pessoas com deficiência de ‘crianças com vários tipos de problemas’ e mostra desrespeito aos moradores do Ceará”, diz a nota.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade