PUBLICIDADE

Influenciadora culpa religiões de matriz africana por enchentes no RS: “Ira de Deus”

Nas redes sociais, Michele Dias Abreu foi acusada de praticar intolerância religiosa

7 mai 2024 - 10h54
(atualizado às 10h56)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Michele Dias Abreu compartilhou um vídeo associando as enchentes no RS à presença de terreiros de religiões de matriz africana na região e foi amplamente criticada por internautas nas redes sociais.
Influenciadora afirmou que profetas já estavam alertando sobre o que iria acontecer
Influenciadora afirmou que profetas já estavam alertando sobre o que iria acontecer
Foto: Reprodução: Facebook/Michele Abreu

A influenciadora cristã Michele Dias Abreu compartilhou um vídeo em seu Instagram associando as enchentes no Rio Grande do Sul à presença de terreiros de religiões de matriz africana na região. Ela ainda afirmou que os acontecimentos seriam resultado da “ira de Deus”. As declarações foram criticadas por internautas nas redes sociais, que a acusaram de intolerância religiosa. Depois da repercussão, a influenciadora mudou sua conta para privada.

“O que está acontecendo no Rio Grande do Sul: Deus está descendo com sua ira total. Eu não sei se vocês sabem, mas o estado do Rio Grande do Sul é um dos estados com o maior número de terreiros de macumba, mais do que a Bahia”, disse Michele.

Como denunciar casos de intolerância religiosa Como denunciar casos de intolerância religiosa

Em seguida, a influenciadora comentou que os recentes acontecimentos já estavam sendo avisados desde o começo do ano. “Eu estava vendo ontem e em algumas igrejas alguns profetas já estavam anunciando em janeiro, fevereiro, sobre algo que ia acontecer no Rio Grande do Sul devido à ira de Deus mesmo”.

Afirmando que as pessoas estariam brincando com a fé de Deus, Michele sugeriu que as enchentes são consequências dessas atitudes. “Deus é santo, não há um Deus maior do que ele e aí as pessoas estão abusando disso. Vocês podem ter certeza que Deus não divide a sua honra com ninguém e isso vai ter consequências, está tendo consequências”, concluiu.

Nas redes sociais, pessoas comentaram sobre as falas de Michele. “É uma mistura de fantasia, desinformação, xenofobia e intolerância religiosa”, disse um internauta em postagem na rede X.

“Essa figura lamentável aproveitou a tragédia climática no RS para destilar delírio ‘profético’ com intolerância religiosa contra as religiões de matriz afro”, disse outra postagem.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade