PUBLICIDADE

Grupo pede boicote a "Thor: Amor e Trovão" por enredo LGBT

O One Million Moms já organizou boicotes a outros filmes, como “Toy Story 4” e “A Bela e a Fera”, por presença de personagens LGBTQ+

21 jul 2022 - 12h01
Ver comentários
O grupo afirma que o enredo possui "conteúdo LGBTQIA+ explícito"
O grupo afirma que o enredo possui "conteúdo LGBTQIA+ explícito"
Foto: Reprodução Twitter

O grupo cristão norte-americano 'One Million Moms' está levantando um protesto para boicotarem o filme da Marvel Studios. Segundo informações do IndieWire, o grupo afirma que o enredo possui "conteúdo LGBTQIA+ explícito" e através de uma petição online vem solicitando ajuda para que o boicote alcance mais pessoas.

“O One Million Moms precisa da sua ajuda para garantir que o maior número possível de pessoas esteja ciente de que a Marvel Studios está promovendo a agenda LGBTQ das famílias em seu mais novo filme de super-heróis”, afirma o Indie Wire.

No mesmo texto, o grupo religioso cita várias cenas do filme como motivo para o cancelamento da exibição do longa-metragem.  “O personagem alienígena chamado Korg menciona ter dois pais e faz sexo na mão com outro membro de sua espécie.”

Não é a primeira vez que a OMM mobiliza ações de cancelamento. O grupo já havia boicotado “Toy Story 4” e o live-action “A Bela e a Fera” por ter personagens LGBTQ+. 

O movimento não é isolado, nem parte apenas de associações civis: o filme da Marvel “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” e o filme de animação da Disney “Lightyear” foram proibidos na Arábia Saudita por histórias queer.

Fonte: Redação Nós
Publicidade
Publicidade