PUBLICIDADE

ES: suspeito de matar filha de 6 anos e deixar esposa em estado grave é achado morto

Oseas Marcial Soares, de 48 anos, era apontando como suspeito da morte da própria filha; esposa está internada em estado gravíssimo

21 jun 2024 - 18h01
(atualizado às 20h20)
Compartilhar
Exibir comentários
Oseas Maciel Soares, 48, era apontado como suspeito de matar a própria filha, de 6 anos, em Cariacica (ES)
Oseas Maciel Soares, 48, era apontado como suspeito de matar a própria filha, de 6 anos, em Cariacica (ES)
Foto: Reprodução

Um homem suspeito de espancar até a morte a própria filha, de 6 anos, foi encontrado morto nesta sexta-feira, 21, em uma área de mata em Cariacica, região metropolitana de Vitória (ES). A informação foi confirmada ao Terra pela Polícia Civil do Espírito Santo. A esposa do suspeito está hospitalizada em estado gravíssimo, com sinais de agressão.

O suspeito, identificado como Oseas Marciel Soares, de 48 anos, era procurado desde quinta-feira, 20, quando a Justiça capixaba expediu mandado de prisão contra ele pela morte da criança. O corpo de Soares foi encontrado pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM). 

Por volta das 13h, a equipe localizou o suspeito, já falecido, em uma área de mata no bairro Novo Brasil. A Polícia Científica foi acionada e submeteu o local à perícia.

Já o corpo do homem foi levado ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para identificação e realização do exame cadavérico, que determinará a causa da morte: "Apenas após os exames será possível confirmar a causa da morte".  

Os resultados dos exames e a conclusão da investigação, então, serão remetidos ao Ministério Público do Espírito Santo, informou a Polícia Civil ao Terra. 

Entenda o caso

Oseas Marcial Soares era considerado o principal suspeito da morte da filha Paloma Fernandes, de 6 anos. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na última terça-feira, 18, na casa onde ele morava com a esposa e a criança. A mulher, identificada como Sônia Fernandes, de 46 anos, também foi agredida e hospitalizada em estado gravíssimo. 

Exames periciais indicaram que Paloma faleceu devido a um corte profundo na cabeça. O crime teria ocorrido às 17h de terça-feira, mas a Polícia Militar só foi acionada à noite, após denúncia de um homicídio no local. Na casa, Paloma e a mãe foram encontradas caídas no chão. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da criança. Já a mãe foi socorrida e encaminhada ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência de Vitória. Sônia apresentava um afundamento no crânio e um hematoma no tórax. 

 Após o crime, Soares fugiu e não foi mais visto desde então. Na quinta-feira, 20, o juiz Alexandre Pacheco Carreira decretou a prisão do suspeito, argumentando que a captura era 'imprescindível para o sucesso das investigações'. 

"A gravidade e a repulsa social que provocam ilícitos desta natureza, consubstanciado nos elementos de informações trazidos aos autos, justificam, também, a presente prisão temporária", disse Pacheco Carreira, em trecho da decisão. Apesar da morte de Soares, o caso continua a ser investigado. 

Violência contra a mulher: é possível fazer uma denúncia tardia? Violência contra a mulher: é possível fazer uma denúncia tardia?

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade