PUBLICIDADE

Brasileira é ameaçada após filmar criança chamando Vini Jr. de 'macaco' em jogo na Espanha

O registro foi feito durante a partida de retorno de Vini Jr. ao mesmo estádio em que havia sofrido fortes insultos racistas no ano passado

5 mar 2024 - 20h02
(atualizado às 20h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Anna Anjos registrou um vídeo de uma criança chamando o jogador Vini Jr. de 'mono' (macaco, em espanhol) no Estádio Mestalla, na Espanha, levando Anna a receber ameaças nas redes sociais.
Vini Jr. fez 2 gols na volta ao estádio em que foi vítima de racismo e celebrou com punho cerrado.
Vini Jr. fez 2 gols na volta ao estádio em que foi vítima de racismo e celebrou com punho cerrado.
Foto: Pablo Morano/Reuters

A paranaense Anna Anjos está recebendo ameaças nas redes sociais depois de gravar um vídeo em que uma criança aparece chamando o jogador brasileiro Vini Jr. de "mono" - macaco, em espanhol. O registro foi feito durante a partida entre Real Madrid e Valencia, no Estádio Mestalla, no último sábado, 2.

"Eu tive uma experiência horrorosa. Desde que cheguei no estádio presenciei inúmeros insultos racistas contra Vinicius Jr. Inúmeras pessoas chamando ele de macaco, desde o princípio do jogo. Teve um lance de falta que toda essa zona que eu estava do estádio fez um coro para ofender ele, chamar ele de 'mono'", contou Anna em entrevista ao Globo Esporte Paraná.

Ela detalhou que o que mais a deixou incomodada foi ver a criança proferindo os insultos racistas. Anna disse que tentou interferir. "Falei com a mãe da criança, falei 'O que vocês estão fazendo é errado'. E ela virou para mim e disse que não era uma ofensa, porque 'mono' era um animal", disse.

Depois do episódio, Anna começou a ser ameaçada nas redes. Um perfil é direto e a proíbe de retornar ao estádio. "Nós temos você localizada, se pisar em Mestalla outra vez haverá sérias consequências", escreveu.

A paranaense contou que sua intenção com o vídeo era de que a La Liga, organizadora do campeonato espanhol, investigasse o caso. À imprensa espanhola, a organização disse que vai analisar as imagens.

Estádio já foi palco de racismo

O jogo de sábado foi, inclusive, a primeira partida de Vini Jr. no Estádio Mestalla após um grave episódio de racismo. Em maio do ano passado, o brasileiro jogou sob ofensas racistas e gritos de "mono" durante quase toda a partida. O jogo chegou a ser interrompido algumas vezes, e o caso foi denunciado ao Ministério Público.

Após a partida do sábado, Vini Jr. fez uma publicação em seu perfil no X (antigo Twitter) reforçando o seu posicionamento contra o racismo. O jogador marcou dois gols pelo Real Madrid e comemorou com o punho cerrado para cima. No X, ele postou uma foto de sua comemoração com a legenda: "A luta continua."

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade