PUBLICIDADE

Desenvolver jogos “exige muito”, diz diretor de The Last of Us

Neil Druckmann está incerto sobre seu futuro como desenvolvedor

1 mar 2024 - 10h27
Compartilhar
Exibir comentários
The Last of Us Part I é o remake de um dos jogos de maior sucesso da Naughty Dog
The Last of Us Part I é o remake de um dos jogos de maior sucesso da Naughty Dog
Foto: Reprodução / Sony

O diretor de The Last of Us e chefe da Naughty Dog, Neil Druckmann, falou sobre quantos jogos considerados AAA ainda conseguirá fazer, explicando que não serão muitos.

“Acho que não me vejo fazendo isso para sempre nesta escala. É muita coisa e exige muito de você. É bastante estressante gerenciar tantas pessoas e vários estúdios em todo o mundo”, disse Druckmann em entrevista ao rapper Logic, acrescentando que gostaria de passar mais tempo com seus filhos.

“Eu sei que o tempo é limitado, por isso é muito precioso para mim, e não quero desperdiçá-lo quando eles quiserem passar um tempo comigo, e isso é a prioridade”.

“Então, eu poderia me ver fazendo a transição para algo mais discreto e menos estressante, que ainda me permite ser criativo”, continuou Druckmann. “Mas você sabe, comecei a pensar em quantos desses jogos ainda tenho em mim, e não são muitos”.

Druckmann também explicou que tudo na Naughty Dog mudou após o lançamento de Uncharted 2, pois a partir dele as pessoas passaram sempre a ter expectativas bastante elevadas com os próximos jogos do estúdio.

“Uncharted 2 foi o que mais me diverti fazendo dentre qualquer um dos jogos em que trabalhei, porque Uncharted 1, muitas pessoas adoraram, mas não foi um grande sucesso. Fez sucesso suficiente para deixar a Sony feliz, ganhamos dinheiro suficiente. Mas com Uncharted 2 sentimos que tínhamos algo realmente especial, como se todos soubéssemos disso, e sabíamos que estávamos passando despercebidos e ninguém esperaria o que estávamos prestes a entregar”, afirmou o diretor.

“E eu lembro que passávamos as noites jogando o multiplayer também, e havia apenas essa camaradagem e o estresse não estava lá, e depois tudo ficou incrivelmente estressante, depois de Uncharted 2, porque agora você não está mais passando despercebido, agora todo mundo espera que algo seja ótimo”.

"E você tem que pensar: 'como podemos torná-lo excelente e como podemos fazê-lo de uma forma que não pareça que estamos apenas nos repetindo?' Então você sempre tem que torná-lo excelente e novo, o que é muito, muito difícil”, concluiu.

No começo de fevereiro, Druckmann disse que possui uma ideia para um terceiro The Last of Us, acreditando que haverá um terceiro capítulo nesta história.

Quer conhecer outros jogadores, saber das últimas novidades dos games e ter acesso a brindes e campeonatos? Participe do nosso Discord!

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade