PUBLICIDADE

40 anos de Tetris: o que é fato e o que é ficção no filme da Apple TV

Lançado em março de 2023, longa conta a eletrizante aventura que levou o jogo da União Soviética para o mundo

6 jun 2024 - 12h34
Compartilhar
Exibir comentários
Tetris conta a jornada de Henk Rogers (Taron Egerton) para conseguir os direitos do puzzle mais famoso do mundo
Tetris conta a jornada de Henk Rogers (Taron Egerton) para conseguir os direitos do puzzle mais famoso do mundo
Foto: Tetris/Apple TV / Montagem/Divulgação

Lançado em março de 2023 na Apple TV+, o filme Tetris parece uma história de James Bond, com perseguições, traições e espionagem internacional, tudo em plena Guerra Fria e com direito à hits dos anos 1980 na trilha sonora. O jogo completa 40 anos neste 6 de junho, mas você sabe o quanto do filme estrelado por Taron Egerton é verdade e o quanto é inventado?

Dirigido por Jon S. Baird e roteirizado por Noah Pink, Tetris traz Taron Egerton como Henk Rogers, o empresário que conseguiu garantir os direitos do jogo para a Nintendo e transformou a criação de Alexey Pajitnov (interpretado por Nikita Yefremov) em um fenômeno mundial.

Assista ao trailer:

Não foi uma simples questão de negociar direitos de publicação, como tantas publishers fazem com desenvolvedores independentes todos os dias nos tempos atuais. Na década de 1980, a Guerra Fria entre EUA e União Soviética complicava bastante as coisas, já que Pajitnov era um programador do lado de lá do Muro de Berlim.

Tetris: A história real

O game designer holandês Henk Rogers adquiriu os direitos para publicar Tetris no Japão em 1988, depois de jogar uma demo na Summer CES, em Las Vegas - esta feira, que acontecia em junho nos Estados Unidos, é a antecessora da Electronic Entertainment Expo, a E3.

Lançado junto com o Game Boy, Tetris foi um dos principais jogos do portátil
Lançado junto com o Game Boy, Tetris foi um dos principais jogos do portátil
Foto: Apple TV / Divulgação

Na Rússia, os direitos de publicação de Tetris pertenciam a uma companhia chamada ELORG. Em outros mercados, a questão era mais complexa: A Andromeda Software, de Robert Stein (que é interpretado na série por Toby Jones) tinha os direitos do jogo para computadores fora da Rússia e negociou esses direitos com a Mirrorsoft para publicar o game no Reino Unido. Essa empresa, dirigida por Robert Maxwell (interpretado por Roger Allan na série de TV), por sua vez, negociou ilegalmente os direitos do jogo para a Atari, no Japão.

Foi aí que Rogers entrou na história: ele comprou os direitos de Tetris da Atari em 1988 e começou a trabalhar com a Nintendo para adaptar o game para o lançamento do portátil Game Boy. A Nintendo precisava dos direitos de publicação e Henk partiu em busca do proprietário real, suspeitando que a Andromeda tinha quebrado o contrato com a ELORG. O designer viajou para Moscou, em busca de Nikolai Belikov (interpretado por Oleg Stefan na Apple TV+).

Alguns trechos da viagem foram registrados em vídeo e podem ser vistos no documentário Tetris: From Russia with Love, lançado pela BBC em 2004 e disponível no YouTube. Essas imagens aparecem também nos créditos de Tetris da Apple TV+.

Por coincidência ou não, no mesmo dia em que Henk Rogers foi até Moscou negociar com a ELORG, Kevin Maxwell (interpretado por Anthony Boyle na série), da Mirrorsoft, e Robert Stein, da Andromeda, estavam lá. Os três queriam garantir os direitos de Tetris para consoles portáteis.

Rogers mostrou ao executivo da ELORG uma caixa de Tetris para videogame, o que deixou Belikov perturbado, pois eles nunca venderam os direitos para consoles, apenas para computadores. Após acusar Rogers de roubo, o executivo soviético se reuniu com Maxwell e Stein para acusá-los de quebrarem o contrato.

Rogers e Pajitnov se conheceram na URSS, como é mostrado no filme
Rogers e Pajitnov se conheceram na URSS, como é mostrado no filme
Foto: Apple TV / Divulgação

Enquanto esteve em Moscou, Rogers fez amizade com Alexey Pajitnov, o próprio criador de Tetris, e ajudou na elaboração de um novo contrato entre a ELORG e a Mirrorsoft, que deixou os consoles de videogame de fora. No filme, é sugerido que Stein tentou enganar a ELORG com um contrato suspeito, mas no documentário da BBC, tanto Belikov quanto Stein afirmam o contrário: que Stein não leu os termos do novo contrato com muita atenção.

Sem precisar se preocupar com Stein, Rogers ainda tinha que competir com Maxwell pelos direitos de publicação nos portáteis. O concorrente ofereceu mais dinheiro, mas o poder da amizade estava do lado de Rogers: o criador de Tetris, Pajitnov, falou a seu favor e acabou convencendo Belikov a vender-lhe os direitos não só para portáteis, mas também para consoles.

Detalhes que fazem a diferença

O filme da Apple TV+ não é 100% fiel à história real de Tetris, exagerando algumas partes para deixar a trama mais empolgante do que uma disputa de negócios. Um exemplo disso é a bela Sasha (Sofia Lebedeva, na série) que trabalha como interprete para Rogers e é, na verdade, uma espiã da KGB. No longa essa é uma grande traição, um momento dramático. Na vida real, Rogers sabia que Sasha era uma espiã quando a contratou - seu nome real era Ola e não Sasha, por sinal.

"Eu contratei uma interprete no lobby do hotel. Eles eram todos da KGB, mas ela era bonita e muito esperta, enquanto todo mundo era sério e sombrio", escreveu Rogers em um artigo para o The Guardian em 2014, no aniversário de 30 anos de Tetris. "Ela me levou até a ELROG, mas não queria me deixar entrar porque eu não tinha um visto de negócios. Era uma regra cardeal, eu não podia fazer negócios com um visto de turismo - mas eu disse a ela que não fui até lá para nada".

A perseguição de carro entre Rogers e a KGB nunca aconteceu, por mais legal que seja no filme. A viagem do designer de volta para casa foi bem tranquila e há imagens de Rogers dormindo no avião no documentário da BBC.

Na vida real, a intérprete Sasha se chamava Ola, mas era, realmente, uma espiã da KGB
Na vida real, a intérprete Sasha se chamava Ola, mas era, realmente, uma espiã da KGB
Foto: Apple TV / Divulgação

A trama envolvendo um agente da KGB que trabalhava secretamente para Maxwell é pura ficção, mas é verdade que o executivo usou suas conexões com o ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev para ameaçar Belikov.

Uma batalha legal pelos direitos de Tetris para consoles nos EUA, disputada entre Nintendo e Atari, nem chegou a entrar no filme. Foi uma série de processos e, como se sabe, a Nintendo levou a melhor e Tetris se tornou um dos maiores fenômenos de sucesso da história dos games.

Tetris está disponível na Apple TV+.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade