PUBLICIDADE

Confira um tutorial para comprar e vender jogos na internet

Especialista em e-commerce dá dicas para os gamers fazerem bons negócios online

7 dez 2021 10h01
| atualizado às 10h31
ver comentários
Publicidade

Ainda é comum entre os amantes de games a compra e venda de mídias físicas usadas. Isso porque o valor adquirido com um jogo já completado serve para amortizar o preço de uma nova aquisição. Este mercado, que já foi popular em feiras livres, agora é bastante movimentado nas plataformas on-line.

Cássio Canali deu dicas para acelerar o processo de compra e venda de jogos usados (Foto: divulgação)
Cássio Canali deu dicas para acelerar o processo de compra e venda de jogos usados (Foto: divulgação)
Foto: Lance!

Especialista em e-commerce, o empresário e influenciador digital Cassio Canali deu dicas importantes para quem ainda não sabe como fazer para vender os jogos antigos e comprar novos títulos na internet, ou até mesmo vender o próprio console para que o valor conseguido sirva para dar de entrada em um videogame de nova geração.

Sugestão de plataformas:

Marketplace do Facebook, OLX e Mercado Livre.

No Facebook Marketplace e na OLX o alcance é de um público mais local porque geralmente as pessoas utilizam filtros por região e a entrega costuma ser pessoalmente. No Mercado Livre o alcance é amplo para todo o Brasil, geralmente com entrega via Correios. Com as mesmas fotos e descrição a recomendação é fazer o anúncio nestas 3 plataformas para diversificar os pontos de venda e obter resultados mais rápidos.

Cuidados para não cair em golpes:

Marque as entregas pessoalmente em lugares públicos como em um shopping ou posto de gasolina. É comum sempre marcar em um endereço que fique na metade do caminho para ambas as partes. Faça todo o processo por dentro da plataforma.No Mercado Livre, por exemplo, é possível abrir uma disputa, ou seja, solicitar a intermediação da plataforma caso ocorra algum problema com a transação, tanto para o lado do vendedor quanto do comprador.

Fique atento com fotos de qualidade amadora. Os anúncios com fotos de má qualidade não passam credibilidade e confiança para quem compra, e também perde exposição no ranking dos resultados de busca. Capriche nas fotos e dê preferência por fundos claros e neutros.

Não caia em pressão desnecessária. Mesmo que o vendedor ou o comprador tente lhe apressar, não envie a mercadoria ou o dinheiro sem ter a certeza absoluta de que está tudo certo. Muitas vezes, golpes consistem em fazer você enviar o dinheiro ou a mercadoria rapidamente, para que quando perceba que há algo de errado, já seja tarde demais. Sendo cauteloso e prudente, não importa qual seja o novo golpe que esteja na moda, você nunca irá cair.

Como vender com mais facilidade produtos usados:

1. Tire boas fotos: Essa é de fato a primeira coisa que você precisa fazer bem. Eu vejo muitas pessoas que escolhem o que vão vender e tiram fotos horríveis e publicam na internet. Em alguns casos isso até vende, mas demorando quatro, cinco vezes mais...

Isso é quase como depender da sorte, então tire boas fotos. Verifique o fundo, veja se dá para limpar ou colocar algo que deixe o que você está vendendo mais bonito. Porque as pessoas vão comprar se baseando muito nas imagens deste seu produto.

2. Crie boas descrições para o produto: Se você chegar em uma loja e se interessar por algo, você vai querer saber tudo sobre aquilo. Não importa o quão bonito seja, você quer saber como ele funciona e se realmente vai ajudar a melhorar sua vida de alguma maneira. Então escreva descrições completas se focando nos benefícios de comprar do seu anúncio.

3 - Descubra quais ofertas já existem: Não importa o que você esteja vendendo, entre na internet e comece a vasculhar anúncios e ofertas do mesmo produto. Isso vai te ajudar a saber como precificar o que está prestes a vender, pois você pode colocar um preço médio. Também vai te inspirar para escrever o melhor título e descrição.

4 - Seja honesto sobre o motivo de estar vendendo o produto: Se você está vendendo algo usado, seja completamente honesto sobre a qualidade do seu produto, quanto tempo usou, como ele está agora e principalmente os motivos de estar vendendo. Na década de 60, as pessoas vendiam usando cartas nos Estados Unidos e uma das técnicas era justamente essa: explicar o motivo de estarem vendendo, seja para levantar uma renda extra, por motivo de mudança, etc.

5 - Não esconda os defeitos (como arranhões por exemplo): Isso pode até parecer incoerente, mas aumenta muito as vendas de todos os vendedores que aplicam. Já teve algum momento na sua vida que você não comprou algo porque parecia "bom demais para ser verdade"? Exatamente, entenda que nenhum produto usado é perfeito. Use isso ao seu favor! Os compradores sabem que itens usados costumam ter marcas de uso. Então mostre essas marcas com transparência. Isso vai evitar devoluções e gerar confiança.A maioria das pessoas está disposta a comprar um produto com sinais de uso - desde que estejam cientes disso, e que ele não interfira no benefício que o produto proporciona.

Lance!
Publicidade
Publicidade