PUBLICIDADE

Como fazer um videogame caseiro?

Que tal criar seu próprio videogame caseiro? Jogue dos clássicos de Sonic, Mario e Donkey Kong até inesquecíveis do PlayStation 1 e 2.

27 abr 2022 - 17h37
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: GameON

A onda retrô sempre aparece de tempos em tempos em diversas mídias: filmes, séries, música e muito mais. Com videogame, não é diferente! Em vários momentos, embarcamos numa vontade nostálgica para jogar clássicos do Mega Drive, Game Boy, Nintendo 64, Playstation 1 e 2. Até dá pra bater na porta de algum amigo com algum desses consoles antigos, mas sabia que você mesmo pode criar o seu próprio videogame caseiro?

Pois é! Com um computador, um Raspberry Pi e outros componentes fáceis de achar no mercado brasileiro, você consegue construir sozinho um console bom e barato, com a quantidade de jogos que quiser!

Como fazer um videogame caseiro?:

O que é um Raspberry Pi?

Então, para colocar da maneira mais simples possível, Raspberry Pi é um microcomputador do tamanho de um cartão de crédito. É incrível como este componente pode ajudar em vários tipos de programação, desde robôs e automação residencial, até consoles de videogame. É ele que vai fazer o processamento do videogame, como o recebimento de comandos do controle e envio das imagens para sua TV ou monitor. 

Logo, vamos te mostrar como fazer um console caseiro a partir do Raspberry Pi 3 Model B+. Vale mencionar que você também pode usar versões anteriores, como Raspberry Pi 2. 

Materiais para um videogame caseiro

Antes de listar os materiais, adiantamos que alguns itens são substituíveis. Por exemplo, na construção feita por Natanael Prado, responsável por uma das experiências que analisamos, foi usado um controle Nintendo Wii U Pro, mas podem ser quaisquer joysticks USB. Ou seja, é possível trocar por controles do Playstation 3 e 4 ou do Xbox 360.

Então, segue a lista completa de componentes:

  • Estojo ou case para o Raspberry Pi;
  • Cartão Micro SD Classe 10 de 64 GB;
  • Fonte de alimentação 5V 3A Raspberry Pi 3;
  • Cabo HDMI;
  • Controle Bluetooth ou USB;
  • Adaptador Bluetooth caso você use um controle de mesma tecnologia;
  • Computador para preparar o sistema e fazer a adição de jogos.

Primeiros passos

A primeira coisa que você precisa fazer é montar a carcaça do console. Para isso, você basicamente deve colocar seu Raspberry Pi no estojo. Essa case de proteção não é obrigatória, já que ela não faz diferença na configuração do videogame. Porém, é assim que ele vai ser protegido e pode ser até o diferencial na estética. Existem sites especializados em cases especiais para Raspberry Pi, algumas com visuais retros bem estilosos, e outras que imitam os consoles antigos. 

Depois disso, você precisará instalar um sistema de emulação para jogar no Raspberry Pi. Neste projeto, a configuração foi feita com RetroPie como sistema de emulação, mas também tem outras opções como Recalbox ou Batocera.

Para entender mais, RetroPie é uma biblioteca de softwares e um dos sistemas de emulação mais populares para o Raspberry Pi, com uma interface amigável. Qualquer modelo Raspberry Pi pode executar, mas o Raspberry Pi 3 Model B+ possui recursos mais poderosos de GPU, CPU e Ram que aumentam a variedade de jogos que você pode jogar.

Para baixar o software, basta acessar o site do RetroPie e fazer o download. Aí é clicar na opção Raspberry Pi 2/3 na seção Download. 

(Legenda: Página inicial do site para fazer o download do software)
(Legenda: Página inicial do site para fazer o download do software)
Foto: GameON

Instalação no cartão Micro SD

Para seguirmos, é preciso baixar outros dois softwares: o SD Card Formatter e o balenaEtcher.

Isso porque antes de instalar o RetroPie, é preciso formatar o cartão microSD. Então insira-o no seu computador, abra o SD Card Formatter, selecione o cartão microSD que será usado para o RetroPie e formate-o.

Com o cartão de memória formatado, descompacte o arquivo ZIP do RetroPie que você baixou e abra o balenaEtcher. Neste programa, selecione a imagem do RetroPie em seu computador, selecione o cartão microSD e faça o flash. Se aparecer uma mensagem pedindo formatar o cartão ao final desse processo, apenas cancele.

Configuração do RetroPie

Chegou a hora da primeira inicialização do seu videogame caseiro! Com o cartão SD pronto, retire-o com segurança do computador e conecte na placa do Raspberry Pi. Depois conecte o cabo HDMI, um lado no Raspberry Pi e o outro lado em uma TV ou monitor; plugue a fonte de alimentação e o joystick. Não se preocupe se demorar, é comum que leve alguns minutos, por conta da instalação do sistema.

A primeira tela dará boas vindas a você, além de solicitar que segure um botão no seu dispositivo para seguir com a configuração. Em casos de controle Bluetooth, é preciso configurar com um teclado USB primeiro, para depois configurar o controle. Com controlador USB, já é possível realizar o processo direto.

Para joystick Bluetooth, vá com o teclado até o menu de configuração e selecione Bluetooth.

Agora selecione Register and Connect to Bluetooth Device, ele irá procurar o seu controlador Bluetooth, neste momento você deve pressionar o botão Sync para sincronizar seu controlador com o Raspberry Pi. Em seguida, selecione seu controlador e selecione a opção NoInputNoOutput na próxima tela. Acompanhe as imagens abaixo.

Feito isso, retorne para a tela principal do RetroPie, pressione o botão Iniciar para abrir o menu principal e selecione Configurar entrada, então segure qualquer botão no seu controlador Bluetooth para ser detectado e configurá-lo. Pronto, seu controle sem fio está pronto para os joguinhos! 

(Legenda: Menu Principal onde você deve configurar a entrada do controle)

Configuração de Wi-Fi para instalar outros emuladores

O RetroPie vem com mais de 50 sistemas pré-instalados por padrão, mas há muito mais emuladores que você pode instalar. Mas para isso, é preciso conexão à internet. Mais uma vez, precisaremos de um teclado USB. 

Primeiro, acesse o menu de configuração, selecione Wi-Fi, escolha Conectar à rede Wi-Fi, encontre sua rede e coloque a senha.

Ao estabelecer conexão, vá até RetroPie Setup no menu Configuration, e encontre a opção Update RetroPie-Setup script. Lá você vai encontrar a aba Manage packages; que apresenta o recurso Manage Optional Packages. São diversas opções como PPSSPP (o emulador para PSP), Reicast (o emulador para Dreamcast) e a edição Minecraft Pi. Após escolher o emulador que deseja instalar, selecione a opção Install from Source e aguarde alguns minutos. 

Instalação dos jogos

Por fim, vamos colocar seus clássicos preferidos para rodar! Primeiro, você tem que baixar os jogos em sites que disponibilizam, como Reino Roms e o CoolRom. Neles, você encontra as Roms que você quer em cada seção de emuladores para baixar. Vale ressaltar que o download e o uso de emuladores são legais, no entanto, compartilhar ROMs com direitos autorais online é ilegal. 

Para transferir os jogos usando um pen drive, é preciso formatá-lo em FAT32 no PC. Crie uma pasta chamada retropie, conecte-o ao Raspberry Pi. O dispositivo vai piscar, aguarde até que esteja sem nenhuma luz e retorne para o computador. 

Ao acessar a pasta Retropie, você encontrará outra pasta: Roms. Clique nela e vá adicionando os jogos em suas respectivas pastas de emuladores. Pronto, agora é só voltar para o console e esperar que ele pare de piscar novamente. 

Outra maneira de instalar os jogos é pelo SFTP, também chamado de Secure File Transfer Protocol. Esse protocolo de rede permite transferir arquivos com segurança em uma rede. Desta maneira, o Raspberry Pi e seu PC precisam estar conectados à mesma rede via Ethernet ou Wi-Fi. 

A primeira coisa a se fazer é habilitar o SSH no RetroPie. No menu de configuração, selecione Raspi-Config, selecione Interfacing Options, escolha SSH e clique em Sim para ativar o servidor SSH.

O console está pronto, agora você precisa baixar um programa SFTP para transferir os jogos do computador para o Raspberry Pi. Uma das opções é o WinSCP para Windows e o Cyberduck para Mac. 

Na tela de login do WinSCP, selecione SFTP em File protocol e coloque o endereço IP do seu Raspberry Pi na seção Host name. Você encontra o endereço IP do Raspberry Pi no Menu de configuração, é só selecionar Show IP.

O nome de usuário é “pi” e a senha que é “raspberry” por padrão no RetroPie. Em seguida, clique em Save, selecione Login e seu computador será conectado ao Raspberry Pi.

Por fim,  é necessário copiar os jogos do computador para a pasta do emulador correspondente na pasta /home/pi/RetroPie. Quando você terminar de transferir os jogos, siga para o menu principal, selecione Sair e reinicie o EmulationStation.

E aí, curtiu a ideia de criar sozinho um videogame caseiro? O mais legal desse console é a praticidade para rodar games clássicos em qualquer lugar, já que é só conectar o Raspberry Pi a qualquer TV ou monitor.

Fonte: Game On
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade