PUBLICIDADE

Vakifbank, de Gabi, vira série com estilo e fatura o Campeonato Turco de vôlei

Dominante no jogo 5 da série, time de Gabi derrotou o Fener, de Ana Cristina

12 mai 2022 17h50
ver comentários
Publicidade

O Vakifbank conquistou nesta quinta-feira o título do Campeonato Turco feminino da temporada 2021/2022. Em casa, vitória incontestável sobre o Fenerbahce por 3 sets a 0, parciais de 25-23, 25-20 e 25-20, fechando a série em melhor de cinco por 3 a 2.

Gabi foi um dos destaques da campanha do Vakifbank (Foto: Divulgação)
Gabi foi um dos destaques da campanha do Vakifbank (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

Em poucos momentos, o Vakifbank perdeu o controle das ações. Nos dois primeiros sets, abriu vantagem logo no início. Na parcial de abertura, conseguiu administrar até o fechamento apertado por 25-23. No segundo, as visitantes chegaram a abrir 18-15. Uma boa passagem de Ozbay pelo saque iniciou a reação. Depois, mais um show da dupla Haak/Gabi.

A sueca e a brasileira, apenas para variar, foram os destaques ofensivos do Vakifbank. A oposto terminou a partida com 19 acertos, enquanto a ponteira colaborou com mais 18.

A comparação com as demais titulares mostra quanto o Vakif dependeu da dupla. A ponteira americana Bartsch-Hackley fez apenas quatro pontos. Já as centrais turcas Zehra Gunes e Kubra Akman fizeram seis e dois, respectivamente.

A paciência de Zoran Terzic com o time acabou no início do terceiro set. Ele pediu tempo com o placar apontando apenas 2 a 1 para o rival, uma situação bem atípica para paralisar o confronto instantes depois da uma virada de quadra.

Mas ele tinha razões para estar insatisfeito. Arina Fedorovtseva iniciou o terceiro set com apenas seis pontos. Melissa Vargas somava nove, bem abaixo da média de ambas. Sem as duas principais atacantes, o Fener virou presa fácil das campeãs mundiais. O sérvio, talvez, pudesse ter dado mais tempo em quadra para Ana Cristina. A jovem brasileira fez um ponto em uma passagem pela rede no primeiro set e voltou com o time perdendo por 11 a 5 no terceiro. A cartada final dele foi trocar Naz Akyol por Buse Unal, mas a troca entre levantadoras não ajudou a mudar o panorama da final. No fim, a cubana naturalizada turca e a russa terminaram com 14 pontos cada.

Para fechar a temporada com a conquista de todos os títulos possíveis, o Vakif foca agora na preparação para a final da Champions League, no dia 22, na Eslovênia, contra as italianas do Conegliano.

Lance!
Publicidade
Publicidade