0

COB não se envolve em polêmica com atletas transgêneros

19 jan 2018
18h10
  • separator
  • comentários

A polêmica envolvendo a atleta trans Tiffany Abreu, do time de vôlei do Bauru, não vai ganhar mais repercussão se depender do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). A entidade lava as mãos com relação ao tema e informa apenas que seguirá “as orientações do COI”.

Foto: Lance!

Foi essa a resposta do COB a uma consulta feita pelo Terra sobre a posição da entidade no que diz respeito à presença de atletas trans em esportes olímpicos nacionais.

No caso de Tiffany, destaque de sua equipe na Superliga, há um movimento entre atletas contrário à participação dela, que tem sobressaído nos jogos por sua força no ataque do Bauru.

Por conta de situações semelhantes, a Federação Internacional de Vôlei anunciou que vai discutir o assunto em reunião na Suíça, no dia 24 deste mês.

Tiffany já se defendeu publicamente das críticas e afirmou que se tivesse a força masculina não seria liberada para atuar em competições femininas. Ela fez a transição de gênero quando tinha 29 anos. Está com 33.

Veja também

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade