PUBLICIDADE

Tênis

Tradicional torneio da base do tênis volta ao Pinheiros

Banana Bowl volta ao Pinheiros após 15 anos

20 fev 2024 - 15h20
Compartilhar
Exibir comentários

Mais importante torneio na categoria 14 e 16 anos da Confederação Sul-Americana de Tênis (COSAT), o Banana Boat retorna ao Clube Pinheiros, em São Paulo,  entre 2 a 10 de março. A última edição do campeonato nas quadras do Pinheiros aconteceu em 2009. A competição, que conta preciosos pontos para o ranking sul-americano da COSAT, é a etapa decisiva na classificação dos jogadores sul-americanos para a almejada Gira Europeia, que acontecerá a partir de junho de 2024.

Paulo Paradeda
Paulo Paradeda
Foto: Foto: Divulgação

Os atletas pinheirenses Tomás Macedo e Diego Brito vão disputar a vaga com os melhores tenistas do continente sul-americano, na categoria 16 anos masculino. Será uma oportunidade de os associados prestigiarem e conhecerem potenciais jogadores profissionais da próxima geração.

A volta do Banana Bowl, o torneio de Tênis mais tradicional da América Latina, é uma grande conquista para o Clube e para os pinheirenses.

“Para o Pinheiros é uma honra sediar um torneio desse porte, que é muito bem recebido pelos associados também, além do que incentiva nossos garotos a evoluir”, declara o diretor do Tênis, Paulo Paradeda. “É um torneio que tem o espírito do Pinheiros. Para os próximos anos, queremos trazer de volta a categoria 18 anos”, garante o diretor.

Ao longo dos anos, o Pinheiros fez parte da história da competição por sua infraestrutura, atletas e treinadores de renome, delegados ou representantes da Confederação Sul-Americana de Tênis (COSAT) e da Federação Internacional de Tênis (IFT).

Criado por Alcides Procópio, jogador, empresário, dirigente e considerado um dos maiores nomes do nosso Tênis, o Banana Bowl foi sediado pela primeira em 1969, nas quadras do Pinheiros, como um torneio extra. 

Sempre realizado no estado de São Paulo, a pedido do criador, o Banana Bowl se transformou na maior atração do Circuito COSAT, disputado em todos os países sul-americanos e com fecho de ouro em São Paulo. Chegou ao Grupo A da IFT e figura entre os sete maiores eventos de 18 anos do mundo, com o mesmo status dos torneios de Roland Garros, Wimbledon, US Open, Orange Bowl e Abertos da Itália e da Austrália.

Por ele já passaram alguns dos maiores astros e estrelas do Tênis nacional e internacional. Além da atleta pinheirense Bia Haddah, já fizeram parte do rol de participantes do torneio Fernando Meligeni, Gustavo Kuerten, o Guga, Cassio Motta, Roger Guedes, Andréa Vieira, Patrícia Medrado e Silvana Campos. Entre as estrelas internacionais participaram do torneio nada menos do que John McEnroe, vencendo Ivan Lendl, Thomas Muster, Yannick Noah, Jaime Yzaga, Helena Sukova e Gabriela Sabatini.

O tenista e associado Hugo Scott participou ativamente do Banana Bowl, conquistando vários títulos de campeão e vice-campeão em simples e em duplas, tanto nos torneios realizados no ECP como em outros clubes.

Um dos registros que merece destaque aconteceu nas quadras do Pinheiros em 1978, na final de dupla masculina, categoria 18 anos, em que Hugo jogou com Cássio Motta contra os equatorianos Raul Viver e Andres Gomez. A dupla Hugo e Cássio sagrou-se campeã. “Competir contra um dos melhores do mundo, como o Andres Gomez, que foi campeão de simples em Roland Garros, se tornou uma conquista muito importante para mim”, revela Hugo.

On Board Sports
Compartilhar
Publicidade
Publicidade