0

Serena adia retorno novamente; Murray pode voltar depois do previsto

9 mai 2018
17h12
  • separator
  • comentários

Após decidir não participar do WTA de Madri, Serena Williams anunciou nesta quarta-feira que também não disputará o Premier de Roma, que acontece na semana que vem. O motivo é o mesmo para ambas as desistências: a tenista ainda não se sente 100% pronta para competir em alto nível.

Serena ficou longe das quadras por 14 meses por causa da gravidez de seu primeiro filho. A norte-americana voltou ao circuito em março deste ano e apenas disputou Indian Wells e Miami, antes de parar novamente e não competir em nenhum outro torneio.

Com apenas 75 pontos no ranking, Serena aparece atualmente apenas no 451º lugar e sua presença no segundo Grand Slam do ano, Roland Garros, que acontece de 21 de maio a 10 de junho, ainda não foi confirmada.

Outra ausência sentida pelos fãs do tênis é a de Andy Murray. O britânico ficou afastado do circuito na segunda metade do ano passado por uma lesão no quadril e chegou a retornar no início de 2018, mas precisou passar por uma cirurgia na região e ainda está em processo de recuperação.

Inicialmente, o ex-número 1 do mundo pretendia retornar às quadras no challenger de Loughborough, que começa no dia 21 de maio, mas de acordo a rede britânica BBC , o tenista pode adiar ainda mais a volta. Os treinamentos não estariam correndo como deveriam e Murray já teria inclusive desmarcado dois eventos corporativos.

Mesmo assim, o britânico ainda está comprometido em jogar o ATP 500 de Queen's, na semana seguinte ao ATP 250 de 's-Hertogenbosch, no qual ele aparece na lista. Isso porque a ideia principal é estar pronto para disputar Wimbledon, que começa no dia 2 de julho.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade