PUBLICIDADE

Surfe

WSL: Italo Ferreira é campeão da etapa de Teahupo'o

O brasileiro chegou ao top5 do ranking da WSL

31 mai 2024 - 00h21
(atualizado às 01h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Italo Ferreira campeão em Teahupo na WSL.
Italo Ferreira campeão em Teahupo na WSL.
Foto: Divulgação/Italo Ferreira / Esporte News Mundo

O surfista brasileiro Italo Ferreira venceu a sexta etapa da WSL, que foi disputada no Taiti, na onda de Teahupo'o. Ele superou o havaiano John John Florence na final e subiu para a quinta posição no ranking, de olho nas finais a serem disputadas na Califórnia.

A caminhada de Italo até o título foi espetacular e a vitória coroou um grande dia nos tubos que receberão as Olimpíadas em Julho. O atleta de Bahia Formosa fez um total de 16.60, com uma nota 9, contra o americano Cole Houshmand nas oitavas. Depois, fez um duelo brasileiro contra Yago Dora e avançou com uma nota 9.83 e um total de 17.83. O campeão olímpico passou pelo marroquino Ramzi Boukhiam fazendo um somatório de 13.27 nas semifinais e chegou à decisão da WSL embalado.

O bi-campeão mundial Florence também brilhou no pico e assumiu o topo do ranking da WSL. Sua trajetória no mata-mata começou contra o local Mihimana Brye e, em uma bateria muito equilibrada, venceu por 15.77 x 15.63. Nas quartas de final, passou por cima de Rio Waida e conquistou duas notas acima de 9 pontos. O havaiano superou nada menos que Gabriel Medina nas semifinais em uma bateria que foi definida por duas quedas do brasileiro em ondas que seriam avaliadas próximo ao dez. Cumprindo seu papel, Florence conseguiu uma nota 9.77 e um 8.23 para chegar à final.

Para saber tudo sobre o Surfe, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

A grande decisão não deixou a desejar e foi emocionante. Italo começou com tudo e abriu a disputa com uma nota 8.93. Mais tarde, foi respondido por uma boa onda de Florence e uma nota 7.83. Sem sentir a pressão, os surfistas seguiram inspirados e o brasileiro fez um 8.77 que encaminhou o troféu. Precisando de uma nota quase perfeita, o havaiano entrou em um grande tubo, vibrou na saída e ficou com incrível 9.33, um pouco abaixo do 9.8 que lhe daria a vitória. Ao soar do sino da WSL, Italo fechou o dia com um somatório de 17.70 e superou o 17.16 do rival.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade