PUBLICIDADE
Logo do São Paulo

São Paulo

Favoritar Time

Estudo financeiro aponta São Paulo como exemplo de gestão em 2022

3 mai 2023 - 16h09
(atualizado às 16h27)
Compartilhar
Exibir comentários

O São Paulo foi apontado como um exemplo de gestão pelo estudo financeiro publicado pela empresa Sports Value, que analisou e comparou as receitas e despesas dos principais clubes do futebol brasileiro no exercício de 2022.

O Tricolor, ao lado do Corinthians, surge como um dos clubes que evoluíram no que diz respeito ao equilíbrio das contas, se juntando a Flamengo, Palmeiras, Athletico-PR e Fortaleza, clubes que vêm sendo bem administrados há tempo.

Em 2022 o São Paulo conseguiu alavancar diversas fontes de receita. A principal, que é a transferência de jogadores, aumentou 89%. Em 2021, o Tricolor havia arrecadado R$ 121 milhões com negociações de atletas. Já no ano passado o clube lucrou R$ 229 milhões.

A torcida também deu um show nas arquibancadas, lotando o Morumbi praticamente em todos os jogos. Por isso, em 2022 o São Paulo arrecadou R$ 64 milhões com venda de ingressos. Em 2021, esse valor foi de apenas R$ 8 milhões, muito por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus.

A receita com marketing, que engloba patrocínios, licenciamento de produtos, entre outras ativações, teve um crescimento considerável (43%). Em 2021, o São Paulo arrecadou R$ 49 milhões. Em 2022, foram R$ 70 milhões.

O sócio torcedor do São Paulo ainda não tem o potencial que poderia ter, se tratando do terceiro clube mais popular do Brasil, mas também cresceu. Em 2021, o programa rendeu ao clube apenas R$ 10 milhões. Já no ano passado foram R$ 18 milhões.

É preciso ressaltar que a dívida total do São Paulo no exercício de 2022 segue alta, na casa dos R$ 587 milhões, mas em 2021 o débito era de R$ 642 milhões. Portanto, houve uma redução de 9%.

De acordo com o estudo, o São Paulo é nono clube mais endividado do Brasil. O Atlético-MG, com mais de R$ 1,5 bilhão em dívida, é o primeiro, seguido por Cruzeiro (R$ 1 bilhão) e Corinthians (R$ 910 milhões).

Confira a lista dos 10 clubes mais endividados do Brasil:

1: Atlético-MG -  R$ 1,5 bilhão

2: Cruzeiro - R$ 1,05 bilhão

3: Corinthians - R$ 910,4 milhões

4: Palmeiras *- R$ 875,8 milhões

5: Internacional** - R$ 865,7 milhões

6: Botafogo - R$ 729,5 milhões

7: Fluminense - R$ 677,5 milhões

8: Vasco da Gama - R$ 664,1 milhões

9: São Paulo - 586,6 milhões

10: Santos - R$ 539,9 milhões

*Dívida do Palmeiras sem impacto do Allianz Parque foi de R$ 451 milhões em 2022.

** Dívida do Internacional sem impacto do Beira-Rio foi de R$ 633 milhões em 2022.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade