PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul
Logo do São Paulo

São Paulo

Favoritar Time

Calleri sai em defesa de Carpini: 'Nunca vi jogador tirar treinador'

Argentino deu respaldo ao treinador após a vitória diante do Cobresal e disse que vai jogar até machucado para defender o São Paulo

11 abr 2024 - 09h42
(atualizado às 10h52)
Compartilhar
Exibir comentários
-
-
Foto: São Paulo/Divulgação - Legenda: Calleri valorizou a vitória sobre o Cobresal, mas admitiu a má atuação do São Paulo / Jogada10

O São Paulo venceu, mas não convenceu nesta quarta-feira (10). A equipe bateu o Cobresal por 2 a 0, no MorumBIS, e somou os primeiros três pontos na Libertadores. Contudo, o triunfo não serviu para diminuir a pressão em cima do Thiago Carpini, muito pelo futebol apresentado. Após a partida, o atacante Calleri saiu em defesa do treinador e disse que os atletas não querem derrubar o comandante.

"Vejo no Twitter muitos dando notícias falsas. Mas vamos todos para o mesmo lado. Vamos conseguir. Seja com o Carpini ou qualquer treinador. Esse grupo que foi campeão no ano passado está todo junto. Vamos seguir todo mundo junto. Com o Carpini, outro treinador, com três treinadores mais ou os anteriores também. Vamos juntos", disse Calleri, que prosseguiu.

"Eu nunca vi um jogador tirar um treinador. Obviamente, vocês terão coisas para reclamar do Carpini, eu acho válido. As coisas táticas para reclamar dele. Mas hoje a gente ganhou, não da melhor maneira, claro. Eu queria ganhar de 7 a 0, fazer quatro gols, mas não deu. Não estou tão bem. Tenho que melhorar e vou fazer tudo para tentar jogar contra o Fortaleza".

Calleri cita Supercopa para defender Carpini

Além disso, o atacante afirmou que o elenco do Tricolor confia no trabalho de Thiago Carpini e citou o título da Supercopa do Brasil, sobre o Palmeiras, para justificar que o treinador deve ser mantido no cargo.

"Claro que a gente acredita. Eu também não vi nenhum jogador dizer que não quer um treinador, para tirar. A gente conseguiu um titulo faz meses. Claro que não estamos jogando da melhor maneira. Mas faz três meses que ganhamos do Palmeiras. Foi nos pênaltis, mas ganhamos, levantamos a taça. Ganhamos do Flamengo, levantamos a taça. Se seguirmos jogando do mesmo jeito, mas levantando a taça… Claro que seguramente o treinador, da porta para dentro, tem muito a melhorar. Os jogadores têm, também", disse o argentino, que seguiu.

"Eu nunca vi um jogador tirar um treinador. eu. Joguei no sacrifício pelo Rogério, pelo Dorival. Eu joguei e vou seguir jogando as vezes que eu puder estar dentro de campo. Por qualquer treinador. Eu vou jogar machucado se for preciso. A confiança que ele (Carpini) tem em nós é a mesma que estamos hoje tentando dar para ele. Não é pelo treinador que está hoje. Eu joguei machucado com o Rogério, joguei machucado com o Dorival. E hoje não estou 100%. A camisa do São Paulo exige estar sempre disponível e eu vou sempre jogar do mesmo jeito, machucado ou não".

Durante a coletiva, Carpini disse que se sentia respaldado por seus jogadores. Além disso, a diretoria decidiu dar mais confiança ao técnico para prosseguir seu trabalho no clube.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade