0

De "sem definição esportiva" à "incrível posicionalmente": Sasha ressurge no Santos

25 mar 2019
09h22
atualizado às 09h22
  • separator
  • comentários

Eduardo Sasha vive um recomeço no Santos. O atacante deve ser titular por três vezes consecutivas pela primeira vez desde julho de 2018, entre os comandos de Jair Ventura e o interino Serginho Chulapa, com empates diante de Chapecoense e Flamengo e derrota para o América-MG.

Ainda na pré-temporada, o técnico Jorge Sampaoli criticou Sasha publicamente ao explicar a ausência do jogador no Campeonato Paulista. A explicação foi a detecção de "falta de definição esportiva" durante os treinamentos.

O atleta ficou, se esforçou e voltou a atuar contra o Altos, pela Copa do Brasil, no dia 6 de fevereiro. E agora é uma das esperanças em busca da semifinal do Paulistão.

Eduardo Sasha foi a aposta de Sampaoli na vitória por 2 a 0 sobre o Red Bull Brasil no último sábado, no Pacaembu, e deve seguir como titular na volta das quartas na próxima terça, no Moisés Lucarelli. Em entrevista coletiva, o argentino admitiu o erro de não ter aproveitado mais Sasha e o elogiou.

"O Sasha fez uma partida, posicionalmente, incrível. Nos deixa feliz que o Sasha tenha feito isso, nos faz pensar que erramos em não dar mais partidas para ele", afirmou.

A provável escalação para a decisão é: Vanderlei, Victor Ferraz, Aguilar, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Carlos Sánchez, Rodrygo e Eduardo Sasha.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade