PUBLICIDADE

Polícia espanhola realiza mandado de busca e apreensão na casa de Luis Rubiales

Ex-presidente da Federação Espanhola de Futebol é investigado por desvio de verbas

2 abr 2024 - 19h04
Compartilhar
Exibir comentários

A Unidade Central Operativa da Guarda Civil (UCO) acompanhada por membros das Forças de Segurança e do Estado da República Dominicana, realizou uma busca e apreensão, por ordem judicial da juíza Delia Rodrigo, na casa de Luis Rubiales no país caribenho durante a "Operação Brody".

Foto: Lance!

Rubiales é investigado por participar de uma suposta conspiração para desviar recursos por premiações de obras da Federação durante seu mandato para a empresa Gruconsa, de propriedade de seu amigo e sócio, o ex-jogador de futebol Nené, por meio da qual ambos supostamente lucraram.

Segundo o jornal "Ás", da Espanha, os policiais foram ao local nesta segunda-feira e apreenderam um celular e um tablet do ex-presidente da Real Federação Espanhola de Futebol. O ex-dirigente da RFEF, pretende voltar a Espanha este sábado (7) para se colocar "à plena e total disposição" do Tribunal.

Rubiales deu uma entrevista ao "La Sexta" que será transmitida esta quarta-feira (3) para dar a sua versão dos fatos.

- O dinheiro das minhas contas é produto do meu trabalho e das minhas poupanças - afirma o ex-presidente.

Além da Operação Brody pela qual está sendo investigado, o Ministério Público pediu-lhe a pena de dois anos e meio de prisão no caso de Jenni Hermoso, quando o ex-dirigente deu beijo não consensual na jogadora da seleção espanhola, durante a premiação da Copa do Mundo Feminina, onde a Espanha se sagrou campeã.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade