0

Paraná perde em casa para o Cianorte e aprofunda crise

21 mar 2019
22h10
atualizado às 22h10
  • separator
  • comentários

A crise do Paraná Clube ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira. O time perdeu para o Cianorte por 2 a 1, em plena Vila Capanema, e se complicou na Taã Dirceu Krüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense. Com o resultado, o Tricolor estacionou nos três pontos, na quinta colocação do Grupo B. O Leão do Vale, com seis pontos, na quarta colocação, mas com a mesma pontuação dos três primeiros.

Depois de perder uma penalidade na primeira etapa, Jenison aproveitou cruzamento para marcar aos 20 minutos do segundo tempo. Um minuto depois, Montoya deixou tudo igual. Aos 36 minutos, Matheus Nêgo decretou a virada.

Na próxima rodada, o Paraná Clube enfrenta o Cascavel CR, domingo, na Vila Capanema. Já o Cianorte terá pela frente o FC Cascavel, no mesmo dia, no Estádio Albino Turbay.

O jogo - A partida começou truncada com as ações restritas ao meio-campo até que, aos seis minutos, Andrey invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Sílvio. O árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Jenison bateu mal, quase recuando para defesa do goleiro. Na resposta, Vandinho arriscou de longe, aos nove minutos, e Alisson defendeu em dois tempos.

Os jogadores paranistas pareciam ter sentido a pressão da torcida e erravam demais. Aos 11 minutos, Jenison dividiu com o goleiro, que entrou nos pés de Andrey que, praticamente sem goleiro, tocou para fora. O Leão do Vale voltou a pressionar aos 18 minutos, com Vandinho abrindo espaço e arriscando mais um chute, direto pela linha de fundo.

O Tricolor sentiu o pênalti perdido e caiu de produção. Aos 23 minutos, Vandinho fez o cruzamento e Guilherme Santos apareceu no caminho para desviar de cabeça para fora. A equipe paranista tentou reagir, aos 26 minutos, com chute de Alesson da entrada da área para defesa de Silvio. O Paraná chegou a balançar a rede, aos 34 minutos, com Sciola, mas o árbitro já havia parado a partida. A torcida vaiou o time da casa na saída para o intervalo.

Para a segunda etapa, nenhuma alteração nos dois times. O Tricolor da Vila tentava mostrar outra atitude e começou pressionando, ainda que sem criar chances reais. Aos quatro minutos, Itaqui cobrou escanteio fechado e Silvio afastou o perigo. Apesar da vontade em campo, o Paraná não conseguia criar. Aos 13 minutos, Gerônimo chutou de longe, por cima da meta paranista.

Quando a torcida já começa a perder novamente a paciência, aos 20 minutos, Jenison aproveitou cruzamento de Itaqui para, com tranquilidade, desviar para o fundo das redes. A comemoração durou pouco. Aos 21 minutos, Montoya aproveitou cruzamento para tocar por cima de Alisson e deixar tudo igual. E a crise tricolor se agravou aos 36 minutos, depois que Matheus Nêgo aproveitou contra-ataque pra bater cruzado e virar. Aos 41 minutos, Xavier quase ampliou, com uma testada para fora.

Outra partida - Mais um jogo aconteceu nesta quinta-feira, fechando a terceira rodada. O FC Cascavel não consegue repetir o mesmo desempenho do primeiro turno e perdeu por 1 a 0 para o Rio Branco, que se afasta da zona de rebaixamento, no Estádio Olímpico, no oeste do Estado.

PARANÁ 1 X 2 CIANORTE

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)

Data: 21 de março de 2019, quinta-feira

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: Murilo Ugolini Klein

Assistentes: Julios César de Souza e Alexsandro Euzébio da Silva

Cartões amarelos: Alesson, Guilherme Santos (Paraná); Raphael Alemão (Cianorte)

Cartão vermelho: Guilherme Santos (Paraná)

Gols

PARANÁ: Jenison, aos 20 minutos do segundo tempo

CIANORTE : Montoya, aos 21 minutos e Matheus Nêgo, aos 36 minutos do segundo tempo

PARANÁ: Alisson; Eder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos; Jeferson Lima (Higor Leite), Itaqui, Alejandro Marquez (Jhonny Lucas) e Alesson; Andrey (Jhemerson) e Jenison

Técnico:: Dado Cavalcanti

CIANORTE : Silvio; Gerônimo, Breno, Maurício e Montanha; Sidnei, Guioto e Fernandinho (Fabrício); Felipe Ramon, Alemão (Matheus Nêgo) e Vandinho (Rafael Xavier)

Técnico: Cristian de Souza

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade