PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Torcida flagra Patrick de Paula em balada clandestina

Volante teve problemas com brinco no jogo na manhã de domingo e depois foi pressionado por torcedores da organizada à noite

21 jun 2021 07h55
| atualizado às 09h25
ver comentários
Publicidade

Patrick de Paula foi mais um jogador do Palmeiras a quebrar as regras do protocolo de saúde. O volante foi fagrado por integrantes da Mancha Verde saindo de uma balada clandestina na Zona Lesta de São Paulo na madrugada desta segunda-feira, 21, e foi pressionado pelos torcedores.

Patrick de Paula (de costas) foi flagrado pela torcida pela balada
Patrick de Paula (de costas) foi flagrado pela torcida pela balada
Foto: Reprodução/Twitter

O jogador estava de máscara quando foi supreendido pela torcida. Patrick de Paula conseguiu deixar o local com ajuda de seguranças. "Você joga no Palmeiras, está de palhaçada?", afirmou um dos torcedores. Apenas alguns no grupo estavam com máscaras.

O jogador não respondeu ao grupo em nenhum momento. Ele inclusive tentou esconder o rosto para não ser identificado no vídeo, mas, um dos integrantes da torcida organizada, puxou o capuz da blusa do volante

 

 

O vídeo do flagra foi divulgado por Paulo Serdan, um dos homens fortes da Mancha Verde: "Ehhh Palmeiras sem comando mesmo n[sic] !!! Não bastasse ficar 6 minutos fora de campo devido aos brincos, tava na balada Clandestina ate agora no Tatuape!! E Patrick !!! Bem vc [sic] que nos pedimos para o Vanderlei acreditar e por pra jogar ?? Sai abraçado no segurança?? Igual o Cris que vc [sic] não respeita ne ??.

O Cris citado pelo líder da Organizada é Cristiano Oliveira, segurança do Palmeiras, que morreu na semana passada vítima da covid-19. Desde março, o clube já perdeu três funcionários por decorrência da infecção pelo novo coronavírus.

Além disso, Serdan também relembrou o episódio vivido por Patrick de Paula na manhã de domingo durante a vitória contra o América-MG. O jogador entrou em campo com um brinco, o que é proibido, e teve dificuldades para tirar o adereço. Ele ficou seis minutos na beira de campo até resolver o problema e precisou de ajuda dos companheiros.

Em suas redes sociais, a Mancha Verde postou uma mensagem enviada pelo jogador durante a tarde de domingo para se desculpar pelo episódio. "E aí, @DpaulaPatrick? Às 14h17 recebemos essa mensagem diretamente de você em nosso Instagram. Agora a noite você estava em balada, tirando com a cara do torcedor palmeirense. E agora, Maurício Banana? O que mais falta pra virar homem e assumir o comando?", questionou a torcida.
 

 


Na semana passada, o Palmeiras afastou Lucas Lima após o meia também ser visto em uma festa clandestina e sofrer cobranças da torcida. 

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade