PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Palmeiras vence fora de casa e se isola na liderança

Defesa também foi destaque não dando espaços para o Atlético-GO jogar; time paulista derrotou o rival por 3 a 0

18 jul 2021 18h10
| atualizado às 18h29
ver comentários
Publicidade

Em partida válida pela 12ª rodada do Brasileirão 2021, o Palmeiras venceu o Atlético-GO pelo placar de 3 a 0 no Estádio Antônio Accioly. Com o resultado, o Verdão chegou aos 28 pontos e está na liderança do torneio. Já o time goiano está na 11ª colocação, com 15pontos.

Os jogo começou elétrico, com uma linda defesa de Fernando Miguel logo no primeiro lance do jogo após cruzamento de Dudu desviar no zagueiro do rival e dar trabalho para o goleiro atleticano. Apesar do bom início de jogo, a partida aos poucos foi ficando mais lenta e a tônica foi de leve superioridade palmeirense, entretanto com o Atlético também buscando jogo e construindo as jogadas desde trás.

Foto: Cesar Greco / Palmeiras
Foto: Cesar Greco / Palmeiras
Foto: Lance!

O Palmeiras não sufocava os mandantes no seu campo, permitindo que os passes iniciais fossem feitos com tranquilidade, porém quando a bola chegava no meio campo, os jogadores alviverdes aumentavam a pressão na marcação e roubavam quase sempre com sucesso e logo armavam o contra-ataque, chegando com certa facilitando na intermediária ofensiva, mas com dificuldade de acertar em cheio o gol de Fernando Miguel.

Parada técnica muda ritmo do jogo mas os goleiros seguiam sem trabalhar

Após a parada técnica por conta do forte calor que fazia em Goiânia, o Atlético melhorou na transição ofensiva e passou a incomodar mais os visitantes, entretanto a proposta do Palmeiras era clara e ficava esperando o Atlético Goianiense chegar no campo de ataque para então roubar a bola e assim construir a jogada. Com um ataque inicial muito veloz, as jogadas longas sempre assustavam a defesa mandante.

Até o intervalo, nenhuma das equipes ofereceu muito perigo para o adversário e o zero permaneceu no placar até o início do segundo tempo.

Início da etapa final foi parecido com o do primeiro.

O início do segundo tempo palmeirense foi muito parecido com o início do jogo, com os jogadores partindo para o campo de ataque e uma postura diferente do que foi mostrado nos minutos finais da etapa inicial. Com o ímpeto ofensivo, Wesley partiu em velocidade pela ponta esquerda e achou Willian no meio da área, porém quem tocou na bola foi o zagueiro Éder, do Atlético, e marcou contra para abrir o placar no Castelo do Dragão.

Com a vantagem, Abel Ferreira mudou alguns jogadores e deixou o time mais técnico, principalmente com a entrada de Gustavo Scarpa e passou a controlar o jogo, não permitindo mais a troca de passes do Atlético e criando cada vez mais chances, além de que o goleiro Weverton quase não foi visto no segundo tempo, com exceção de alguns lances de maior perigo por parte dos mandantes.

Palmeiras cresce na partida e passa a ter controle total das ações

As mudanças de Abel surtiram efeito e o Palmeiras ficava quase o tempo todo com a bola e no campo de ataque, o ritmo seguiu até cerca dos 35 minutos e então o time passou a administrar mais o resultado, voltando a postura que terminou o primeiro tempo e deixando a posse ficar com o Dragão.

Nos minutos finais, o Atlético passou a oferecer perigo e obrigou bela defesa de Weverton, porém a única do goleiro no segundo tempo. O time paulistaconseguiu ajustar o ritmo do jogo para o que era melhor para ele e foi administrando dessa forma até o final, conseguindo um gol com Gustavo Scarpa em jogada de contra-ataque veloz e garantiu mais uma vitória no Brasileirão para se firmar ainda mais na liderança do campeonato.

Nos acréscimos, Deyverson roubou uma bola mal passada pelo jogador do time goiano e arrancou até tocar para Breno Lopes, que finalizou para o gol e fechou o placar em 3 a 0.

No próximo jogo, o Atlético-GO visita o Santos pela 13ª rodada do Brasileirão, no dia 25/07, às 18h15. Já o Palmeiras recebe a Universidad Católica em sua arena, no dia 21, às 19h15.

Ficha técnica

ATLÉTICO-GO 0 x 3 PALMEIRAS

Local: Estádio Antônio Accioly, Goiânia - GO

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim - AB/AL

Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque - AB/AL e Brigida Cirilo Ferreira - FIFA/AL

VAR: Gilberto Rodrigues Castro Júnior - AB/PE, Clovis Amaral da Silva - AB/PE e Nilson de Souza Monção - CBF/RJ

Público/renda: Portões fechados

Cartões amarelos: Zé Roberto (AGO); Wesley e Abel Ferreira (PAL)

Cartões vermelhos: -

Gols: Éder (contra) (14'/2ºT) (0-1), Gustavo Scarpa (50'/2ºT), Breno Lopes (52'/2ºT)

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo, 11'/2ºT), Oliveira, Eder e Igor Cariús; Willian Maranhão e Marlon Freitas; André Luís (Ronald, 36'/2ºT), Arthur Gomes e Janderson (Toró, 23'/2ºT); Lucão (Zé Roberto, 00'/2ºT). Técnico: Eduardo Barroca.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Felipe Melo e Renan; Patrick de Paula (Danilo, 30'/2ºT) e Zé Rafael; Wesley (Matías Viña, 30'/2ºT), Raphael Veiga (Gustavo Scarpa, 16'/2ºT) e Dudu (Breno Lopes, 16'/2ºT); Willian (Deyverson, 16'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

Lance!
Publicidade
Publicidade