PUBLICIDADE
Logo do Palmeiras

Palmeiras

Favoritar Time

Palmeiras reduz para R$ 24 milhões sua dívida com Crefisa

Débito com a patrocinadora era de R$ 171 milhões, mas abatimento de R$ 40 milhões em 2023 fez embargo chegar próximo do fim

28 fev 2024 - 11h31
(atualizado às 16h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/Palmeiras - Legenda: Palmeiras diminui dívida com a Crefisa / Jogada10

O Palmeiras conseguiu encerrar 2023, diminuindo a dívida com a Crefisa para R$ 24 milhões. No balancete divulgado nesta terça-feira (27), o Verdão teve R$ 839 milhões de receita e superávit de R$ 8,5 milhões no ano passado. Contudo, o que se destaca é a diminuição do encargo com a patrocinadora, já que diminuiu em R$ 40 milhões

Afinal, durante todo o ano passado, a dívida com a patrocinadora diminuiu R$ 40 milhões ao todo. Este valor é referente a contratações de jogadores com o aporte da Crefisa. Entre eles, estão os nomes: Luan, Guerra, Carlos Eduardo, Dudu e Borja. Na época, ainda em 2015, o Palmeiras comprometeu-se a devolver os valores investidos pela patrocinadora nessas contratações.

Contudo, em 2018, ficou acertado que o Alviverde seria obrigado a repor a quantia paga nos atletas com o acréscimo de juros. O acordo é: se um jogador contratado com a ajuda da patrocinadora fosse vendido, o Palmeiras teria que devolver o valor com juros ao ser pago pela transferência. Se a quantia fosse menor que a investida, ou se o atleta deixasse o clube ao fim do contrato, o Verdão tem dois anos para pagar o que deve à parceira.

Palmeiras usa bônus para abater dívidas

Assim, uma forma que o clube usou para abater as dívidas vem sendo usar o bônus da patrocinadora após conquistar um título. Afinal, a Crefisa paga R$ 12 milhões toda vez que o Palmeiras conquista um torneio nacional. Feito que aconteceu nos últimos dois anos.

A dívida chegou a R$ 172,1 milhões no fim de 2019 e desde então só tem caído, pois o clube não usa mais aportes da empresa para buscar reforços. O objetivo é abater a dívida total até o fim do mandato da presidente Leila Pereira.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade