PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Abel diz que River trouxe champanhe para comemorar vaga à final: "Vi com meus olhos"

17 set 2021 21h17
| atualizado às 21h17
ver comentários
Publicidade

Nesta sexta-feira, a Conmebol exibiu os últimos dois episódios que compõem o documentário que retrata e humaniza alguns dos principais personagens que participaram da conquista da Libertadores pelo Palmeiras na temporada passada. Abel Ferreira foi o protagonista do terceiro capítulo e fez revelações sobre a partida de volta contra o River Plate, pela semifinal do torneio.

De acordo com o treinador do Verdão, a delegação do time argentino trouxe garrafas de champanhe ao Allianz Parque, confiando que eliminariam o Palmeiras. Abel ainda fez questão de dizer que não estava utilizando uma figura de linguagem.

"Eu acredito que tudo é possível no futebol. Naquele jogo (na Argentina), era para ter ficado 5 a 0 para nós. Nós não demos o xeque-mate e deixamos um pouco de esperança ao nosso adversário. Ao ponto de dizer que o River trouxe garrafas de champanhe para festejar a passagem à final. Eu vi o River Plate carregar garrafas de champanhe para festejar a passagem à final", disse o treinador.

"Eu vi, não é linguagem, eu vi. O River Plate trouxe garrafas de champanhe, porque acreditava que chegaria à final. Eu vi com os meus olhos", completou.

Abel também lembrou como encontrou o vestiário no intervalo do jogo no Allianz Parque, quando o River já vencia por 2 a 0. Segundo o técnico, os jogadores estavam assustados.

"No intervalo, chego ao vestiário e vejo minha equipe em pânico. Precisávamos reagir, mas voltamos igual", afirmou Abel, que completou: "Aquilo é coração, não é cabeça. Enquanto uma equipe estava buscando o resultado, a outra estava com sentimento de perda. 'Não posso perder, não posso perder, não posso perder'".

Na segunda etapa, o Palmeiras conseguiu se segurar, contando com uma grande atuação de Weverton, e garantiu vaga na final da Libertadores. Na grande decisão, o Verdão viria a bater o Santos por 1 a 0, no Maracanã, com gol de Breno Lopes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade