0

Avaí apenas empata com o Oeste e perde chance de ser vice-líder da Série B

20 out 2018
18h42
  • separator
  • comentários

Neste sábado, o Avaí perdeu uma grande chance de assumir a vice-liderança da Série B e de manter a boa fase da equipe na temporada. Jogando em casa, no estádio da Ressacada, às 16h30, o time recebeu o Oeste em partida válida pela 32° rodada do torneio nacional e ficou apenas no empate por 1 a 1, gols de Renato e Conrado.

Com o resultado, o time catarinense foi para 52 pontos e fica a um ponto do vice-líder Goiás, situação que incomoda ainda mais o torcedor da equipe catarinense já que um triunfo deixaria o time na segunda colocação da Série B. Quanto ao Oeste, o clube vai para 42 pontos e sobe uma posição, indo para a décima primeira colocação do torneio nacional.

O Jogo - Querendo o resultado para continuar a ótima fase e manter o sonho do título da Série B, o Avaí começou a partida de forma agressiva e teve já uma grande chance aos cinco minutos, quando o meia Marquinhos cobrou escanteio na cabeça de Rodrigão que, sozinho, mandou para fora.Aos 10 minutos, outra boa oportunidade desperdiçada pelos donos da casa, desta vez após chute direto em cobrança de falta.

Depois das duas chances do time catarinense, a partida ficou mais truncada e as oportunidade de gol começaram a ficar bem mais escassas. Foi aos 34 minutos que esse ritmo mudou, quando Tadeu, goleiro do Oeste, fez duas excelentes defesas e evitou que o marcador fosse aberto.

Depois do susto, o Oeste começou a atacar e teve sua melhor e única oportunidade aos 40 minutos, após erro de saída de bola dos donos da casa. O atacante Mazinho recebeu um bom passe e arriscou de longe, chutando forte e a bola passando muito perto da trave do gol defendido pelo arqueiro do Avaí.

Só que a equipe catarinense não deu chance para o azar e conseguiu abrir o placar quando o árbitro já estava prestes a terminar a primeira etapa. Após cruzamento do atacante Rodrigão, o meia Renato mostrou oportunismo e aproveitou a sobra para finalizar sem qualquer chance para Tadeu.

Na volta do intervalo, o Avaí poderia ter segurado o bom resultado e ter mais calma na partida, porém a equipe deu brecha e os visitantes chegaram ao empate. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, Conrado avançou pela esquerda, tentou o cruzamento e contou com a sorte pois a bola desviou em Guga e morreu no fundo das redes do goleiro Mauricio Kolinski.

Depois do gol, a partida teve seu momento de maior equilíbrio, com os dois times tentando o segundo gol. Por jogar em casa e estar em uma posição bem melhor na tabela, o Avaí foi quem teve a chance de marcar mais uma vez, primeiro com Guga, que cabeceou para fora, e depois com Rodrigão, que ganhou no ar do goleiro Tadeu, mas viu Lídio tirar em cima da linha.

Faltando alguns minutos para o fim, o Oeste teve chance clara de marcar o segundo gol e sair da Ressacada com os três pontos, porém Rodrigo Souza errou a cabeçada e, com o gol vazio, mandou para fora.

Ainda no fim da partida, os donos da casa reclamaram muito de uma não marcação de pênalti, nos segundos finais da partida, porém o árbitro da partida não marcou a infração e o jogo terminou em 1 a 1, causando bastante revolta nos jogadores e comissão técnica do Avaí.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ  1 x 1 OESTE

Local: Estádio da Ressacada , em Florianópolis (SC)

Data: 20 de outubro de 2018, sábado

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Mauricio Coelho Silva Penna e Michael Stanislau (RS)

Cartões amarelos: Pedro Castro, Capa, Luanzinho e Rodrigão (Avaí), Betinho (Oeste)

Gols: AVAÍ: Renatos aos 45 minutos do primeiro tempo; OESTE: Conrado aos cinco minutos do segundo tempo

AVAÍ: Kozlinski; Guga, Airton, Betão e Capa; Judson, Pedro Castro (Daniel Amorim), Renato, Marquinhos (Luanzinho) e Getúlio (Jones Carioca); Rodrigão

Técnico: Geninho

OESTE: Tadeu; Adriano Alves, Jomar (Raphael Luz), Patrick e Conrado; Lidio, Marciel, Betinho e Mazinho; Marcinho (Rodrigo Souza) e Pedrinho (Felipe)

Técnico: Roberto Cavalo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade