1 evento ao vivo

Pouco inspirado, Brasil para em goleiro e empata com México

17 jun 2014
17h50
atualizado em 25/6/2014 às 13h42
  • separator
  • 0
  • comentários

A Seleção Brasileira sofreu no gramado do Castelão na tarde desta terça-feira: em partida em que suas principais estrelas não tiveram o brilho esperado, a maior delas – Neymar – parou em grande atuação do goleiro Ochoa. Com momentos de tensão e boas chances desperdiçadas, o Brasil empatou com o México por 0 a 0, em partida da segunda rodada da Copa do Mundo, em Fortaleza (CE).

Ochoa pula para defender cobrança de falta de Neymar, que passa ao lado da trave mexicana
Ochoa pula para defender cobrança de falta de Neymar, que passa ao lado da trave mexicana
Foto: Reuters

Veja como foi Brasil x México

Ochoa fez pelo menos quatro defesas dificílimas no Castelão: duas em finalizações de Neymar dentro da área e outras duas em bolas alçadas na área pelo camisa 10 do Brasil. O resultado deixa as equipes empatadas na liderança do Grupo A, com quatro pontos – ambas venceram a estreia, sendo que os brasileiros passaram pela Croácia, enquanto os mexicanos levaram a melhor sobre Camarões.

A rodada do Grupo A da Copa do Mundo será completada na quarta-feira, às 19h (de Brasília), quando Camarões encara a Croácia na Arena Amazônia, em Manaus (AM). As últimas partidas da chave serão disputadas ao mesmo tempo na segunda-feira, às 16h. A Seleção Brasileira terá pela frente os camaronenses, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Já croatas e mexicanos duelam na Arena Pernambuco, no Recife (PE).

Jogo parelho após Hino emocionante

Depois de uma execução emocionante do Hino Nacional no gramado do Castelão, a Seleção Brasileira entrou em campo modificada, com Ramires na vaga do debilitado Hulk, vetado pelo departamento médico. Mesmo com o meio-campo reforçado, o Brasil acabou dando espaço aos mexicanos e não teve domínio absoluto da partida no primeiro tempo. O primeiro susto foi brasileiro: Herrera deu chute perigoso de fora da área, e Júlio César desviou para fora aos 24min.

Fred cai em campo em disputa com mexicanos na segunda partida da Seleção na Copa do Mundo
Fred cai em campo em disputa com mexicanos na segunda partida da Seleção na Copa do Mundo
Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm

Já o Brasil chegou bem aos 26min, em cruzamento de Daniel Alves e cabeçada de Neymar, que obrigou o goleiro Ochoa a fazer excelente defesa. Aos 40min, mais um chute mexicano de média distância assustou: Vázquez arriscou de fora da área e mandou a bola rente à trave de Júlio César. A resposta foi, novamente, na bola área: Neymar levantou na área, Thiago Silva ajeitou e Paulinho foi travado por Ochoa em finalização aos 43min.

Pressão brasileira, sustos e show de Ochoa

Para o segundo tempo, o técnico Luiz Felipe Scolari retomou a formação da primeira partida, tirando Ramires para colocar Bernard. A mudança não surtiu efeito, e os mexicanos passaram a dominar a partida, acuando a Seleção Brasileira em seu campo de defesa. Nos primeiros minutos, foram três finalizações perigosas, com Guardado, Giovani dos Santos e Herrera – a última, aos 12min, assustou o torcedor brasileiro e passou por cima.

Giovani dos Santos e Luis Gustavo disputam a bola em Fortaleza
Giovani dos Santos e Luis Gustavo disputam a bola em Fortaleza
Foto: AFP

Felipão, então, trocou Fred por Jô. A mudança fez o time acordar em campo e se atirar para cima do México. Aos 24min, uma troca de passes no ataque gerou cruzamento para Neymar, que dominou na grade área e chutou; Ochoa fez grande defesa. No rebote Daniel Alves tentou o cruzamento, mas foi rebatido pela defesa mexicana. A pressão que se seguiu foi acompanhada de erros de passe e finalização.

Aos 30min, Bernard lançou Jô pela esquerda; o atacante arriscou chute cruzado, mas errou o alvo. O México teve grande chance em cobrança de falta aos 35min, após entrada dura de Thiago Silva para matar contra-ataque que poderia ser “mortal”. Mas Giovani dos Santos acertou na barreira. Felipão, então, colocou Willian em campo, na vaga de Oscar.

A Seleção Brasileira ainda teve grande chance, depois de Jô arranjar falta na ponta esquerda. Na cobrança, Neymar jogou a bola na medida para cabeçada firme de David Luiz, mas mais uma vez o goleiro Ochoa salvou com excelente defesa. O México ainda deu um último susto, com contra-ataque que culminou com chute cruzado de Jiménez, bem defendido por Júlio César.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0 X 0 MÉXICO
Local:
Estádio Castelão, em Fortaleza (CE) 
Data: 17 de junho de 2014, terça-feira
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Público: 60.342
Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia) 
Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun (ambos da Turquia) 
Cartões amarelos: Ramires e Thiago Silva (Brasil); Aguilar e Vázquez (México)
BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Ramires (Bernard) e Oscar (Willian); Neymar e Fred (Jô)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
MÉXICO: Ochoa; Rodríguez, Héctor Moreno e Rafa Márquez; Aguilar, Herrera (Fabián), Vásquez, Guardado e Layún; Giovani dos Santos (Jiménez) e Peralta (Chicharito Hernández)
Técnico: Miguel Herrera

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade