PUBLICIDADE

Brasileiros são derrotados em disputas de cinturão no UFC 275

Jiri Prochazka finaliza Glover Teixeira no UFC 275 e conquista cinturão meio-pesado; campeã Valentina Shevchenko supera Taila Santos

12 jun 2022 - 06h33
(atualizado às 09h45)
Ver comentários
Publicidade
Jiri Prochazka finalizou Glover Teixeira no UFC 275 e conquistou o cinturão meio-pesado (Foto: Reprodução/UFC)
Jiri Prochazka finalizou Glover Teixeira no UFC 275 e conquistou o cinturão meio-pesado (Foto: Reprodução/UFC)
Foto: Lance!

A noite de lutas no UFC 275, realizada neste sábado (11), em Kallang, Singapura, terminou de forma amarga para os brasileiros, tendo em vista que os dois lutadores que disputaram cinturão foram derrotados por seus respectivos adversários. Na luta principal, Glover Teixeira, então campeão meio-pesado, até teve boa atuação e esteve muito perto de vencer, mas nos últimos segundos de combate, acabou sendo finalizado pelo tcheco Jiri Prochazka, que agora se tornou o novo rei da categoria até 93kg.

No co-main event do UFC 275, o roteiro foi semelhante. Desafiante ao cinturão peso-mosca feminino, a brasileira Taila Santos também teve bom desempenho e, em determinado momento, quase finalizou Valentina Shevchenko. No entanto, a catarinense viu a experiência de Valentina sobressair e, com isso, a lutadora do Quirguistão foi declarada vencedora na decisão dividida dos jurados, mantendo o cinturão da divisão em sua posse.

O card do UFC 275 também teve como grande destaque a ex-campeã Weili Zhang. Com uma atuação de gala, a chinesa não deu chances a Joanna Jedrzejczyk e nocauteou a polonesa de forma brutal no segundo round. Ainda no octógono, Joanna, que também já foi campeã no peso-palha, anunciou sua aposentadoria do MMA.

Jiri Prochazka finaliza Glover e conquista cinturão

Glover Teixeira começou a luta principal do UFC 275 conectando bons chutes sobre Jiri Prochazka. Na sequência, o brasileiro partiu para cima e conseguiu boa queda sobre o tcheco. Por cima, o mineiro de Sobrália golpeou bem no ground and pound, mas o duelo voltou a ficar em pé. Na sequência, Glover derrubou novamente e disparou uma sequência de golpes no ground and pound. Em seguida, o brasileiro buscou a finalização no braço, mas viu Prochazka escapar e terminar o primeiro round conectando fortes golpes por cima.

Jiri Prochazka iniciou o segundo assalto no UFC 275 mais agressivo e, na trocação, mostrou superioridade em relação a Glover Teixeira, que começava a apresentar certo desgaste. O brasileiro reagiu com um forte golpe de encontro, que levou o tcheco ao chão. Com isso, Glover acertou goles no ground and pound de forma excepcional e terminou a parcial com grande vantagem. No terceiro round, Prochazka seguiu melhor na luta em pé, mas o mineiro, mais uma vez, conseguiu a queda. No entanto, Jiri reagiu e derrubou o brasileiro logo depois, acertando bons socos sobre o campeão. Mostrando resistência, Glover Teixeira inverteu a posição e terminou a parcial por cima.

Glover Teixeira começou o quarto assalto acertando um forte golpe em Jiri Prochazka e derrubou o tcheco logo na sequência. O brasileiro encaixou um katagatame, mas Prochazka defendeu duas vezes o golpe e inverteu a posição, ficando por cima. Com maestria, o brasileiro conseguiu a transição para as costas, mas não conseguiu sustentar a posição por muito tempo, terminando a parcial novamente por baixo.

Glover Teixeira iniciou o quinto round com um upper espetacular, que balançou Jiri Prochazka. O brasileiro foi para a queda de sacrifício para tentar finalizar na guilhotina, mas não teve sucesso. Logo depois, o mineiro encaixou mais bons golpes na média distância e aplicou boa queda. Na posição de montada, Glover golpeou, mas viu Prochazka inverter mais uma vez e ficar por cima. Com muita técnica, Jiri Prochazka teve calma e, no carro-chefe de Glover, finalizou o brasileiro com um mata-leão faltando 30 segundos para o término da luta no UFC 275, conquistando o cinturão meio-pesado do UFC.

Taila Santos tem boa atuação, mas perde para Shevchenko

Valentina Shevchenko e Taila Santos iniciaram o co-main event do UFC 275 de forma estudada. A lutadora do Quirguistão pressionou a brasileira contra a grade. Taila, de forma bem inteligente, respondeu com uma boa queda sobre a campeã, fez a transição para as costas e, por pouco, não conseguiu a finalização no mata-leão. No segundo round, foi a vez de Taila pressionar a campeã contra a grade e, na sequência, conseguir derrubá-la mais uma vez, aplicando golpes importantes no ground and pound. No entanto, mesmo por baixo, Valentina também conseguia golpear.

No terceiro assalto, Valentina Shevchenko derrubou a brasileira, que reagiu e colocou a luta em pé novamente. Na sequência, Taila Santos pressionou "The Bullet" contra a grade e seguiu o roteiro anterior, derrubando a campeã e conseguindo a transição para as costas. De forma insistente, Taila tentou finalizar novamente no mata-leão, mas Shevchenko voltou a defender com maestria. No quarto round, Valentina adotou uma postura mais agressiva e, na luta em pé, mostrou clara superioridade. Nos segundos finais, Taila ainda conseguiu aplicar uma nova queda sobre Shevchenko.

No quinto e último assalto do combate no UFC 275, as duas lutadoras foram para a luta de chão e a brasileira, mais uma vez, foi para as costas de Valentina Shevchenko, que escapou novamente e colocou o duelo em pé. Na sequência, foi a vez da campeã levar para o solo, onde se manteve até o final. No fim, Shevchenko foi declarada vencedora na decisão dividida dos jurados e defendeu o cinturão peso-mosca com sucesso pela sétima vez consecutiva.

Weili Zhang vence Jedrzejczyk com nocaute espetacular

Como era esperado, Weili Zhang e Joanna Jedrzejczyk iniciaram o duelo no UFC 275 de forma eletrizante. Após alguns breves momentos na trocação, a chinesa conseguiu levar a luta para o chão ao aplicar a queda sobre a polonesa e conectou bons golpes no ground and pound, com destaque para ótimas cotoveladas. No segundo round, o confronto estava mais na trocação, mas Zhang tirou um golpe espetacular da "manga".

Joanna Jedrzejczyk partiu para o ataque e, ao oferecer uma brecha, abriu sua guarda. Diante disso, Weili Zhang, esbanjando técnica, encaixou um golpe giratório espetacular, que pegou em cheio no rosto da polonesa, que já caiu nocauteada, forçando a interrupção imediata do árbitro central. Com o resultado no UFC 275, a chinesa se recuperou das duas derrotas sofridas para Rose Namajunas e agora se torna a principal candidata a ser a próxima desafiante ao cinturão peso-palha do UFC.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 275

Kallang, em Singapura

Sábado, 11 de junho de 2022

Card principal

Jiri Prochazka finalizou Glover Teixeira com um mata-leão no 5R

Valentina Shevchenko derrotou Taila Santos por decisão dividida dos jurados

Weili Zhang derrotou Joanna Jedrzejczyk por nocaute no 2R

Jake Matthews derrotou André Fialho por nocaute técnico no 2R

Jack della Maddalena derrotou Ramazan Emeev por nocaute técnico no 1R

Card preliminar

Joshua Culibao derrotou Seung Woo Choi por decisão dividida dos jurados

Hayisaer Maheshate derrotou Steve Garcia Jr. por nocaute no 1R

Brendan Allen derrotou Jacob Malkoun por decisão unânime dos jurados

Kyung Ho Kang derrotou Danaa Batgerel por decisão unânime dos jurados

Silvana Juarez derrotou Na Liang por nocaute no 1R

Joselyne Edwards derrotou Ramona Pascual por decisão unânime dos jurados

Lance!
Publicidade
Publicidade