0

Rafaela Silva admite visibilidade menor, mas trabalha de olho em Tóquio

5 mai 2017
21h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de participar do Campeonato Pan-americano na última semana, Rafaela Silva já se prepara para a próxima olimpíada. Daqui três anos, em Tóquio, a judoca quer alcançar os resultados obtidos no Rio 2016, onde garantiu medalha de ouro. "Estamos trabalhando da mesma forma para alcançar os nossos resultados", afirmou ela.

A campeã olímpica participou nesta quinta-feira (4), de uma reunião proposta pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com as Confederações Olímpicas do Brasil e atletas na sede do COB, no Rio de Janeiro.

Para Rafaela, há uma grande diferença entre os Jogos Olímpicos dentro e fora de casa. "A Olimpíada anterior foi no Brasil. A visibilidade e o investimento foram maiores. A gente já sabia que a visibilidade ia diminuir após os Jogos", explicou.

"Eu não acho que o judô do Brasil vá sofrer tanto em relação a investimentos no esporte. Já fiz três viagens internacionais esse ano para competições, então não estou sentindo diferença do ciclo anterior", disse Rafaela.

No último final de semana, a atleta participou Pan-americano por equipe, no Panamá. Na competição, o grupo feminino garantiu a participação brasileira no Mundial. O Brasil venceu o Canadá por 3 a 2 na final, após derrotarem a Colômbia e a Argentina por 5 a 0.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade