3 eventos ao vivo

Penalber é ouro e Buzacarini é prata no Aberto de Odivelas, em Portugal

5 fev 2017
14h02
  • separator
  • comentários

Após a medalha de bronze conquistada por Eric Takabatake neste sábado, no Aberto de Odivelas, foi a vez de Victor Penalber (81kg) e Rafael Buzacarini (100kg) brilharem nos tatames portugueses neste domingo. Disputando o torneio preparatório para o Grand Slam de Paris, ambos chegaram às finais, mas só o primeiro ficou com ouro, enquanto o segundo teve de se contentar com a prata. Outro brasileiro a competir neste domingo, Luciano Corrêa (100kg) não teve o mesmo sucesso e acabou eliminado na segunda rodada.

Competindo pela categoria até 81kg, Victor Penalber não precisou entrar em ação na primeira rodada por ser um dos cabeças de chave do torneio e encarou o espanhol Pablo Garcia na segunda rodada. Com um wazari e, posteriormente, um ippon, o brasileiro avançou tranquilo para a fase seguinte.

Nas oitavas de final Penalber aplicou mais um ippon, desta vez sobre o croata Druzeta. O brasileiro seguiu fazendo do ippon sua principal arma rumo à medalha de ouro. Contra o francês Baptiste ele aplicou o mesmo golpe para ir à semi. Contra o judoca da casa Diogo Lima, Penalber teve mais dificuldades, mas com um wazari no golden score se classificou para a decisão. Foi aí que a estrela do carioca brilhou, com ele novamente aplicando um wazari sobre o russo Denis Kalinin e garantindo seu lugar no ponto mais alto do pódio.

Na categoria até 100kg o Brasil contou com dois representantes: Luciano Corrêa e Rafael Buzacarini. O primeiro acabou eliminado logo na segunda rodada para o russo Niyaz Ilyasov, que venceu por um wazari. Já o segundo teve mais sucesso e conseguiu chegar à decisão justamente contra o algoz de seu compatriota.

Na primeira rodada Buzacarini despachou o finlandês Jaakko Alli nas penalidades. Nas oitavas de final o brasileiro levou a melhor sobre o russo Kazachkov com um ippon, mesmo golpe que garantiu a vitória sobre o francês Rebouka nas quartas. A um passo da grande decisão, Buzacarini aplicou um wazari faltando sete segundos para o fim da semifinal contra outro francês, Clement Delvert. Na disputa pelo ouro o brasileiro não conseguiu vingar Luciano Corrêa e também acabou derrotado pelo russoNiyaz Ilyasov por 3 wazaris a 1.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade