PUBLICIDADE

Vasco vence o Tombense fora e avança na Copa do Brasil

Vasco abriu o placar, fez mais um no início do 2º tempo e chegou a passar sufoco no fim, mas deixa Minas Gerais classificado para a 3ª fase

7 abr 2021 23h36
| atualizado às 23h39
ver comentários
Publicidade

O Vasco fez um gol no início de cada tempo, mas a bola aérea voltou a ser problema - e no final da partida - na noite desta quarta-feira. Então foi com emoção, mas o Cruz-Maltino venceu o Tombense por 2 a 1, fora de casa, e avançou para a terceira fase da Copa do Brasil.

Gol no início

Com dois minutos de partida, após dividida aérea, o zagueiro Matheus Lopes bobeou, não tentou dominar a bola e ela sobrou para Gabriel Pec. O meia-atacante dominou, tirou o goleiro e abriu o placar. O Tombense deu o primeiro susto aos 17, quando Wesley Marth cabeceou e Lucão fez a defesa. E quatro minutos depois, Daniel Amorim finalizou com perigo após jogada pela esquerda.

Gabriel Pec marcou o primeiro gol do Vasco na partida desta quarta-feira (Rafael Ribeiro/Vasco)
Gabriel Pec marcou o primeiro gol do Vasco na partida desta quarta-feira (Rafael Ribeiro/Vasco)
Foto: Lance!

Lá e cá

O Cruz-Maltino voltou a ditar o ritmo de jogo nos minutos finais do primeiro tempo. Léo Matos chutou forte, de fora da área, aos 39. O goleiro espalmou. Aos 41, Marquinhos Gabriel fez fila, mas chutou para fora. Antes do fim da primeira etapa, houve tempo para mais um susto mineiro na bola aérea. Lucão defendeu em dois tempos a testada de Daniel Amorim.

Gol no início, de novo

O segundo tempo começou como o primeiro: com gol do Vasco. Cano sofreu pênalti, mas o árbitro marcou falta fora da área. Andrey, que vinha dando chutes perigosos nos últimos jogos. Desta vez, aos quatro minutos, o chute forte e seco foi indefensável, e ampliou o placar. Oito minutos depois, Marquinhos Gabriel foi recuar a bola, mas errou e contou com a má pontaria de Daniel Amorim para não resultar em gol mineiro.

Gol e pressão mandante no fim

Os minutos foram passando e o Cruz-Maltino, com domínio da bola e do placar, seguiu criando chances. Só que como não transformou o volume em mais um gol... a bola aérea deixou a desejar novamente. Não foi na bola parada, mas permitiram o cruzamento e Daniel Amorim cabeceou com facilidade e diminuiu a diferença. Tensão no final. Mas vaga cruz-maltina.

FICHA TÉCNICA

TOMBENSE 1 X 2 VASCO

Estádio: Antônio Guimarães de Almeida (Almeidão), em Tombos (MG)

Data e hora: 7 de abril de 2021, às 21h30

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

Cartões amarelos: João Paulo, Jhemerson (TOM); Marquinhos Gabriel e Zeca (VAS)

Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: Gabriel Pec, aos 2'/1ºT (0-1), Andrey, aos 4'/2ºT (0-2), Daniel Amorim, aos 37'/2ºT (1-2)

TOMBENSE: Felipe, David (Elivelton, 36'/2ºT), Wesley Marth, Matheus Lopes e João Paulo; Paulinho Dias, Rodrigo Dias (Rubens, 23'/2ºT) e Jhemerson (Marquinhos, 35'/2ºT); Everton, Daniel Amorim e Rodrigo Carioca (Caíque, 15'/2ºT) - Técnico: Bruno Pivetti.

VASCO: Lucão, Léo Matos, Ernando (Ricardo Graça, 34'/2ºT), Leandro Castan e Zeca; Andrey e Galarza (Léo Jabá, 43'/2ºT); Morato (Figueiredo, 20'/2ºT), Marquinhos Gabriel (Miranda, 35'/2ºT) e Gabriel Pec (Bruno Gomes, 42'/2ºT); Cano - Técnico: Marcelo Cabo.

 

Lance!
Publicidade
Publicidade