PUBLICIDADE

Ronaldinho Gaúcho é detido no Paraguai com passaporte falso

Polícia nacional paraguaia encontrou passaportes falsos de Ronaldinho e seu irmão Assis no local onde estavam hospedados

4 mar 2020 23h28
| atualizado às 23h44
ver comentários
Publicidade

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi preso no Paraguai por entrar no país com um passaporte falso. A informação foi reportada pela jornalista paraguaia Soledad Franco e confirmada oficialmente pelo Ministério do Interior do governo paraguaio.

Ronaldinho foi embaixador do turismo do governo de Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação/Instagram)
Ronaldinho foi embaixador do turismo do governo de Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação/Instagram)
Foto: LANCE!

De acordo com o comunicado oficial, a polícia paraguaia adentrou na suíte em que Ronaldinho estava hospedado com seu irmão Assis e encontrou no local dois passaportes paraguaios falsificados, que permitiram suas entradas no país, já que o passaporte brasileiro do ex-jogador foi confiscado pela justiça brasileira no fim de 2018 por uma multa ambiental no valor de R$ 2,5 milhões.

Ídolo do Barcelona, o jogador foi levado ao lado de seu irmão Assis a uma delegacia na cidade de Assunção, capital paraguaia, para depor sobre o caso. Ele foi à cidade para fazer ações publicitárias.

Veja também:

Bolsonaro usa humorista para fugir de perguntas sobre PIB:

 

Lance!
Publicidade
Publicidade