PUBLICIDADE

Ricardinho vira Gre-Nal, atravessa Beira-Rio de joelhos e homenageia pai e avô vítimas da Covid-19

Atacante de 20 anos cumpriu promessa após marcar pela primeira vez após o falecimento dos parentes

16 mai 2021 21h56
ver comentários
Publicidade

Ricardinho, de apenas 20 anos, teve uma tarde que ficará marcada em sua carreira e vida fora dos campos. Autor do gol que sacramentou a virada tricolor sob o Internacional, o centroavante homenageou o pai e avô falecidos no início do ano, e ainda cumpriu a promessa de atravessar o Beira-Rio de joelhos após o término da partida. Na web, a emocionante cena repercutiu e colocou o nome do jovem entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Ricardinho atravessou o campo inteiro em homenagem aos falecidos pai e avô (Reprodução)
Ricardinho atravessou o campo inteiro em homenagem aos falecidos pai e avô (Reprodução)
Foto: Lance!

Ricardinho entrou já no terço final da partida e em menos de 10 minutos dentro de campo marcou o tento da virada e que coloca a equipe de Tiago Nunes em vantagem para o segundo jogo da final gaúcha, na Arena do Grêmio.

- Quero agradecer à torcida, dedicar o gol, meu primeiro depois do falecimento do meu pai e do meu avô, foi para vocês e para minha família toda, que sempre me deu força, para a torcida também. Sem vocês eu não seria nada — afirmou Ricardinho.

Desde os 15 anos, o atacante comemora seus gols prestando continência em homenagem ao seu pai, que era policial do Batalhão de Choque de São Paulo. Após o jogo, Ricardinho atravessou os 105 metros do campo do Beira-Rio e mostrou a camiseta contendo os rostos do pai e avô falecidos entre março e abril.

Lance!
Publicidade
Publicidade