1 evento ao vivo

Ramires se impressiona com Luxemburgo: "Não é ultrapassado"

Volante ressaltou currículo do comandante do Palmeiras, elogiou primeiro contato dele com o elenco e se diz empolgado para ouvir e aprender

7 jan 2020
18h29
atualizado às 18h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com título de Liga dos Campeões da Europa, Campeonato Inglês e com a Seleção Brasileira no currículo, Ramires, aos 32 anos de idade, se diz impressionado com o Palmeiras. O volante ressaltou o convívio com Vanderlei Luxemburgo e mostrou vontade de aprender com o técnico, inclusive discordando de quem o vê desatualizado no futebol.

Foto: Cesar Greco / Divulgação/ Ag. Palmeiras / LANCE!

- Não o vejo como um treinador ultrapassado. Ter uma convivência com ele, como temos agora, é impressionante. Toda vez que ele falar, vou ouvir, porque vai me ajudar bastante, e procurar fazer o que ele pede. Sabe muito de futebol. Ganhou o que ganhou porque trabalhou, por méritos. Tem de ser respeitado e tem tudo pra fazer um bom trabalho - disse o meio-campista.

Durante sua entrevista coletiva, Ramires foi questionado sobre o último título do Campeonato Paulista do clube e lembrou que ocorreu há 12 anos. Mas não recordou que a conquista veio sob o comando de Luxemburgo. Usou o fato como mais um motivo para acreditar no treinador.

- Já é um ponto positivo, mas nada acontece como um passe de mágica. Se ganharam, foi porque trabalharam bastante para isso acontecer, e vamos fazer o mesmo. Temos um treinador com uma carreira que fala por si só e ótimos jogadores, podemos chegar ao título. É treinar duro para as coisas ocorrerem naturalmente em campo - ponderou o meio-campista.

Luxemburgo está em sua quinta passagem pelo Palmeiras. No clube, conquistou dois Brasileiros (1993 e 1994), quatro Paulistas (1993, 1994, 1996 e 2008) e um Torneio Rio-São Paulo (1993). Está marcado na história por ter encerrado um jejum de quase 17 anos sem títulos com o Estadual de 1993.

Em 2020, chamou atenção pelo bom humor para recepcionar o elenco na volta das férias, na segunda-feira. Além das brincadeiras, cobrou do grupo o que chamou de "humildade com personalidade", para bater adversários frágeis e não se intimidar com quem for mais forte. Além disso, tem conversado individualmente com os atletas, o que anima os jogadores.

- Isso é importante neste primeiro momento. Ele já trabalhou com alguns do elenco, mas não com outros, só jogou contra. É importante esse primeiro contato com uma conversa para, realmente, entendermos o que ele quer de nós, como equipe. No dia a dia, nessa convivência, é procurar fazer o melhor para nos adaptarmos o mais rápido ao estilo de trabalho dele e fazermos uma boa temporada - analisou Ramires.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade