0

Presidente do Paysandu sobre queda: 'Se tem algum culpado aqui, sou eu'

Após derrota para o Atlético-GO, Tony Couceiro concedeu entrevista coletiva sobre a ida do Papão da Curuzu para Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro

25 nov 2018
16h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O Paysandu não conseguiu se manter na Série B após ser goleado pelo Atlético-GO, dentro da Curuzu. Com a queda sobre a Série C, o presidente do Bicolor, Tony Couceiro confirmou que a culpa é toda dele para a triste. O mandatário deixa o cargo no dia 31 de dezembro de 2018.

Presidente do Paysandu falou em entrevista coletiva (Foto: Divulgação/Paysandu)
Presidente do Paysandu falou em entrevista coletiva (Foto: Divulgação/Paysandu)
Foto: Lance!

- Primeiro, tristeza. Eu não sou o primeiro presidente que passou por isso, espero que seja o último. Eu dei o meu melhor. Os atletas não podem reclamar que faltou nada, não faltou nada para o clube. Talvez tenha faltado só competência mesmo. Em segundo, preocupação pelo ano que vem, queda de receita, mas eu acho que está na hora de olhar, não está mais na hora de olhar para trás. O que passou já passou. Se tem algum culpado aqui sou eu e mais ninguém. Não divido isso com ninguém. Quem dá a última palavra na contratação sou eu, quem contrata os profissionais da administração sou eu, então acho que a gente não tem que procurar culpados.

O presidente ressaltou que não faltou cobrança por parte da torcida, dos jogadores e diretoria, contudo, o clube precisa alterar pontos para que consiga melhorar no esporte. E deixa futuro com o próximo mandatário.

- Não acho que faltou cobrança. Acho que o perfil tem que mudar. Se eu disser que está bom, eu sou doido, porque nós caímos. Acho que tem que mudar. O perfil, realmente, vai mudar. É outra competição para o ano que vem. Eu não sei quem vai ficar, quem não vai. Isso já não é mais de minha competência. Saí, um mês atrás, quando ficou definido que só teria uma chapa (na eleição), eu já fiz a transição do futebol. Ainda tomei conta das coisas desse ano, mas para o ano que vem não sou eu que vou tratar.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade