4 eventos ao vivo

Nadador americano fala sobre falso assalto na Rio-2016

Ryan Lochte participou do reality show americano e foi questionado sobre polêmica nos Jogos Olímpicos de 2016 e alegação falsa de assalto

13 fev 2019
17h50
atualizado às 18h04
  • separator
  • 2
  • comentários

A grande polêmica dos Jogos Olímpicos do Rio em 2016 voltou à tona nos Estados Unidos. Ryan Lochte, nadador americano, participou do Big Brother das celebridades e não conseguiu escapar da acusação de falso crime feita em território brasileiro.

Na época, Lochte e outros companheiros celebravam o fim das suas participações nos Jogos e, após muita bebida, pararam num posto de gasolina. Os amigos começaram a brigar e vandalizar o local, obrigando os frentistas a chamarem a polícia. No entanto, o nadador mentiu e disse que havia sido assaltado, com direito a arma apontada em sua direção. Desde então, Lochte se tornou persona non grata para os brasileiros.

Reprodução
Reprodução
Foto: LANCE!

"Eles me culparam porque fabriquei a história. Eu disse que a arma tinha sido apontada contra a minha cabeça, quando na verdade ela foi apontada diretamente pra mim. Quando contei a história a primeira vez eu ainda estava bêbado. As coisas ganharam uma grande proporção e disseram que eu tinha vandalizado o banheiro. A partir desse dia fui de atleta amado a uma pessoa odiada."

O nadador revelou que quase não conseguiu embarcar de volta para os Estados Unidos, perdeu quatro patrocínios e, chorando, lamentou não ser mais exemplo para os jovens.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 2
  • comentários
publicidade