2 eventos ao vivo

Moreno convoca cruzeirenses ao Mineirão e analisa derrota da Bolívia

Atacante foi o autor do gol boliviano, mas o Peru acabou vencendo por 3 a 1 no Maracanã; jogador reencontrará o Mineirão

18 jun 2019
22h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Com passagens por times como Flamengo, Cruzeiro e Grêmio, Marcelo Moreno reencontra a torcida brasileira durante essa Copa América. Nesta terça-feira, o atacante, autor do gol da Bolívia na derrota por 3 a 1 contra o Peru, revisitou o Maracanã, onde havia feito apenas um gol. Na próxima rodada da competição, o jogador vai rever os torcedores cruzeirenses. Na Raposa, Moreno conquistou o Campeonato Mineiro em 2008 e 2014 e o Brasileirão de 2014.

Moreno marcou o gol da Bolívia (Foto: Mauro PIMENTEL / AFP)
Moreno marcou o gol da Bolívia (Foto: Mauro PIMENTEL / AFP)
Foto: Lance!

- Sempre bom voltar. Tenho experiências nesse estádio maravilhoso. Tive vários jogos. Voltar aqui é sensacional. Achei o gramado bom, tive ótimas experiências aqui. Não tenho nada de ruim para falar sobre o Maracanã, é uma relíquia, vivi ótimos momentos aqui. Já convoco a torcida do Cruzeiro para lotar o Mineirão ou pelo menos torcer pela seleção boliviana - disse.
Moreno ainda analisou a derrota da Bolívia. A equipe fez um bom primeiro tempo e até abriu o placar, mas sofreu com a pressão peruana na segunda etapa. Assim como foi contra o Brasil, o atacante afirmou que o primeiro gol do Peru deixou os bolivianos sem ânimo.

- Estou muito feliz pelo que os jogadores fizeram por mim, todos tentaram a vitória. Infelizmente não conseguimos, mas estamos vivos ainda. Temos uma última chance contra a Venezuela. Esperamos que façamos mais gols na próxima partida. Entramos para ganhar, com uma mentalidade diferente no primeiro tempo. A parte física pesou. Não deu para sair com o presente de aniversário. Melhoramos bastante, fizemos um excelente primeiro tempo, mas faltou concentração. Tirou a gente do jogo, sofremos o primeiro gol e deixou a galera para baixo - completou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade