1 evento ao vivo

Messi marca no fim e mantém Barcelona no topo do Espanhol

O jogo que marcou o reencontro de Griezmann com a torcida do Atléti manteve ainda um tabu dolorido para o técnico Diego Simeone, que nunca venceu o Barça pelo Espanhol

1 dez 2019
19h21
atualizado às 19h37
  • separator
  • 0
  • comentários

Messi mais uma vez fez a diferença para o Barcelona. O ET marcou o gol da vitória sobre o Atlético de Madrid por 1 a 0, no Wanda Metropolitano, neste domingo pelo Campeonato Espanhol. A vitória suada com gol já na parte final do jogo mantém o Barça na ponta da La Liga. Os Colchoneros perdem duas posições e caem para o sexto lugar.

Messi deixa o dele e garante a liderança do Espanhol para o Barça (Foto: AFP)
Messi deixa o dele e garante a liderança do Espanhol para o Barça (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

O jogo que marcou o reencontro de Griezmann com a torcida do Atlético de Madrid manteve ainda um tabu dolorido para o técnico Diego Simeone. O comandante nunca venceu o Barcelona pelo Espanhol. O Barça volta à campo na La liga no sábado, diante do Mallorca. O Atléti encara o Vilarreal fora de casa na sexta (6).

'SÃO' TER STEGEN?

Apesar da vitória dos catalães, foi o Atlético que jogou melhor durante boa parte do jogo. Em casa, os colchoneros chegaram com perigo aos seis minutos da etapa inicial com o zagueiro Hermoso, que finalizou na trave de Ter Stegen. Com pinta de atacante, Hermoso chegou novamente aos 19 minutos com muito perigo após cobrança de escanteio. O zagueiro cabeceou e o goleiro do Barça tirou de forma milagrosa com a coxa.Ainda no primeiro tempo, mais um milagre de Ter Stegen após cobrança de escanteio de Tripper. Morata cabeceo para o chão e obrigou o goleiro alemão a fazer uma defesa dificílima.

LEI DO EX?

O segundo tempo foi marcado pela reação do Barcelona que começou a dividir a proposta de jogo com o Atlético. Após brilhante participação de Ter Stegen no primeiro tempo, foi a vez de Oblak trabalhar e impedir as investidas de Messi, Suaréz e Griezmann. O ex-jogador do Atlético mostrou que não ia aliviar para os Colchoneros e chegou com perigo aos 23 minutos. Após jogada de Suárez, o espanhol recebeu passe por cima e acertou um voleio que passou por cima da meta de Oblak.

ELE, SEMPRE ELE

Quando o jogo encaminhava para o empate, Messi mostrou que faz a diferença para o time de Ernesto Valverde. O melhor do mundo recebeu passe de De Jong, avançou, e tocou para Suárez. O uruguaio devolveu de primeira e, na meia-lua, com três marcadores na frente, achou um espaço no cantinho esquerdo do goleiro Oblak.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade