5 eventos ao vivo

Médica e campeã olímpica, argentina combate a covid-19

Medalhista de ouro na Rio-2016 e algoz de Sarah Menezes durante anos, Paula Pareto é ortopedista, mas se dispôs a ajudar colegas em hospital

27 mar 2020
16h18
atualizado às 16h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

 

Paula Pareto conquistou o ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (Foto: AFP)
Paula Pareto conquistou o ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

Campeã olímpica nos Jogos Rio-2016 e bronze nos Jogos de Pequim-2008 na categoria até 48kg do judô, a argentina Paula Pareto, que além de atleta é cirurgiã ortopédica, se colocou à disposição para ajudar seus colegas do hospital Melchor Posse, em San Isidro, no momento em que a população luta para conter o novo coronavírus. O número de infectados no país chegou a 589 nesta sexta-feira, com 12 mortes.

"Embora os médicos ortopédicos não estejam na frente de batalha direta hoje, fazemos parte da equipe de saúde que enfrenta essa pandemia antes de mais ninguém e que ajudaremos sempre que necessário. Para lutar mais uma vez, alguns de casa, nós em um hospital, mas sempre unidos como uma equipe pela mesma causa", escreveu Pareto, de 34 anos, em seu "Instagram".

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

"Somos dueños de nuestro destino, la tarea que se nos ha impuesto no es superior a nuestras fuerzas, sus acometidas no estan por encima de lo que soy capaz de soportar. Mientras tengamos Fé en nuestra causa y una indeclinable voluntad de vencer, la victoria estará a nuestro alcance". Churchill. Me parecio muy adecuada para el momento que estamos viviendo, por eso se los comparto y tambien me lo recuerdo hoy por dos cosas: 🥋 Por un lado es oficial que los Juegos Olimpicos se postergan, decicion muy adecuada tomando la salud de todos como el unico foco a concentrarnos. 😷 Por otro lado, ya cumplida mi cuarentena, vuelvo a trabajar de lo que elegí, y de lo que volveria a elegir siempre 🙂 . Si bien los médicos traumatologos no estamos hoy en el frente de batalla directo, somos igual parte del equipo de salud que enfrenta antes que nadie a esta pandemia y que ayudaremos a donde sea necesario. 🏥🌎 A la batalla una vez mas, algunos desde su casa, nosotros en un hospital, pero siempre unidos en equipo por la misma causa. Nosotros podemos! 🤜🤛🇦🇷 #HayEquipo 💪 #QuedateEnCasa 🏡 #pandemia 🧫

Uma publicação compartilhada por Pau Pareto 🇦🇷 (@paupareto) em

A judoca, que ocupa atualmente a 10ª colocação no ranking mundial e durante anos foi uma das principais adversárias da brasileira Sarah Menezes, precisou passar por 14 dias de quarentena, já que esteve na Europa nas últimas semanas. Ela disputaria o Grand Slam de Ecaterimburgo, na Rússia, que estava previsto para acontecer entre os dias 13 e 15 de março, e foi cancelado.

Enquanto aguarda as definições da Federação Internacional de Judô (IJF) sobre como ficará a corrida olímpica para os Jogos de Tóquio, adiados para 2021, a atleta se concentrará nas atividades no hospital. Satisfeita com a medida do Comitê Olímpico Internacional (COI), ela retornou ao trabalho na quarta-feira.

"Achei muito adequado para o momento em que vivemos, é por isso que o compartilho com você e também me lembro hoje de duas coisas:
Por um lado, é oficial que os Jogos Olímpicos sejam adiados, uma decisão muito apropriada, levando a saúde de todos como o único foco a ser focado. Por outro lado, quando minha quarentena estiver concluída, volto ao trabalho com o que escolhi e com o que sempre escolheria novamente", disse a atleta.

 

Veja também:

Editor do L! analisa grave crise dentro e fora de campo do Botafogo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade