4 eventos ao vivo

Lukaku sente e preocupa técnico; Hazard diz estar bem após dores

Atacante marcou mais dois gols na Copa do Mundo e chegou a quatro, ao lado de Cristiano Ronaldo. Jogador sentiu pancada no tornozelo e pode ser desfalque contra a Inglaterra

23 jun 2018
12h25
atualizado às 12h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Artilheiro da Copa do Mundo com quatro gols, ao lado de Cristiano Ronaldo, de Portugal, Romelu Lukaku preocupa a comissão técnica da Bélgica e pode não enfrentar a Inglaterra na última rodada do Grupo G, na quinta-feira. Autor de dois gols na vitória por 5 a 2 sobre a Tunísia neste sábado, em Moscou, o atacante foi substituído no início do segundo tempo por questões físicas.

Lukaku festeja gol em vitória sobre a Tunísia (Foto: Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena/Lancepress!)
Lukaku festeja gol em vitória sobre a Tunísia (Foto: Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena/Lancepress!)
Foto: Lance!

- Ele sofreu uma pancada no tornozelo esquerdo, sentiu o ligamento exterior do pé. Vai passar por testes, em 48 horas vamos ter uma posição mais precisa - afirmou o técnico da Bélgica, Roberto Martinez, após a vitória.

- Eu vou me reunir mais tarde com os médicos, estou preocupado. Eu diria que tenho 50% de chances de jogar o próximo jogo - afirmou Lukaku.

Não foi apenas Lukaku que deixou o campo por problemas. O mesmo aconteceu com Hazard, mas o próprio jogador minimizou o ocorrido.

- No primeiro tempo, senti algo na panturrilha, mas acho que amanhã vou estar ok - comentou o meia belga, autor de dois gols contra a Tunísia.

Martinez admite que pode fazer mudanças na rodada final, contra a Inglaterra. Caso o Panamá não vença os ingleses neste domingo, a Bélgica estará classificada com antecedência para as oitavas de final da Copa do Mundo.

- Temos 23 jogadores de qualidade, também é importante dar minutos de Copa para alguns deles - afirmou Martinez, que elogiou o time, mas com cautela.

- Hoje temos de celebrar, os belgas devem celebrar. São cinco gols. Mas o próximo passo é muito claro. Somos realistas, esse jogo foi aberto, a Tunísia teve chances. Nós demos chances, temos de trabalhar para arrumar, e isso já começa amanhã - afirmou o treinador espanhol.

A equipe, que venceu o Panamá por 3 a 0 na estreia, chegou a oito gols na Copa do Mundo em duas rodadas, mesma marca da anfitriã Rússia.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade