1 evento ao vivo

Jogos da nova edição da Superliga terão transmissão online

Conforme anunciado pela CBV, todos os clubes poderão exibir os confrontos da competição através do canal oficial da entidade

9 out 2017
14h39
atualizado às 14h52
  • separator
  • 0
  • comentários

Foi dado o primeiro saque para a realização da 24ª edição da Superliga. Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) lançou, oficialmente, o principal torneio da modalidade no país. Com 12 equipes em cada naipe, a competição apresenta mudanças.

SESC RJ é o atual campeão da Superliga feminina (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX)
SESC RJ é o atual campeão da Superliga feminina (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX)
Foto: Lance!

A principal está relaciona à transmissão da partida. Mantendo o movimento que iniciou-se no final da última edição, a CBV permitiu que todos os clubes transmitam, através do canal oficial da entidade, as partidas que não forem televisionadas.

- Todas as partidas poderão ser transmitidas via web. Cada clube tem direito de transmitir as suas partidas dentro do cana da CBV. Isso aumenta a vertibilidade da nossa competição - anunciou o diretor executivo da entidade Radamés Lattari.

Além disso, o uso do 'video check' será utilizado a partir das semifinais. Na última edição, apenas a decisão contou com o recurso de vídeo. A final, antes em jogo único, agora passa a ser realizada em dois jogos e, um caso de empate, a decisão irá para o golden set, um set extra de 25 pontos que será realizado na sequência da segunda partida da decisão.

Mantendo o padrão de edições passadas, a CBV será a responsável pelos gastos com alimentação, hospedagem, viagens, bolas, piso, entre outros. O primeiro jogo da competição será entre entre o estreante SESC-RJ e o vice-campeão da última edição, EMS Taubaté Funvic, neste sábado, às 14h05.

Na Superliga feminina estarão: Sesc RJ, Vôlei Nestlé (SP), Dentil/Praia Clube (MG), Camponesa/Minas (MG), Vôlei Bauru (SP), BRB/Brasília Vôlei (DF), Fluminense (RJ), Pinheiros (SP), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), Rio do Sul (SC), Hinode Barueri (SP) e Sesi-SP.

Já a masculina contará com: Sada Cruzeiro (MG), EMS Taubaté Funvic (SP), Sesi-SP, Vôlei Renata (SP), Montes Claros Vôlei (MG), Minas Tênis Clube (MG), JF Vôlei (MG), Lebes/Canoas (RS), Bento Vôlei (RS), Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), Sesc RJ e Corinthians-Guarulhos (SP).

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade