1 evento ao vivo

Gol com passe de Hernanes, falta na trave e derrota: 1º jogo-treino de Pato

Atacante atuou ao lado de Tchê Tchê e Vitor Bueno, outros reforços do São Paulo para o restante do ano, mas não evitou a vitória por 3 a 2 do São Caetano, no CT da Barra Funda

16 abr 2019
18h33
atualizado às 18h45
  • separator
  • 0
  • comentários

Em seu primeiro jogo-treino pelo São Paulo, Alexandre Pato buscou jogo, balançou as redes com assistência de Hernanes e quase fez um golaço. Mas, atuando ao lado de outros recém-contratado, como o volante Tchê Tchê e o meia Vitor Bueno, não evitou a derrota por 3 a 2 para o São Caetano, na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda.

Alexandre Pato deixou boa impressão em seu primeiro jogo-treino nesta passagem (Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Alexandre Pato deixou boa impressão em seu primeiro jogo-treino nesta passagem (Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Cuca usou o primeiro tempo da atividade para analisar só jogadores inscritos no Campeonato Paulista, o que não é o caso do trio de reforços, e foi para o intervalo vencendo por 1 a 0 - gol de Jonatan Gómez. Na etapa final, a equipe do ABC, rebaixada no Estadual, fez 3 a 1. Mas Pato deixou boa impressão.No segundo tempo do jogo-treino, a escalação do Tricolor teve: Jean; Bruno Peres, Lucas Kal, Walce e Edimar; Willian Farias; Vitor Bueno, Tchê Tchê, Hernanes e Gonzalo Carneiro; Alexandre Pato. A formação esteve no 4-1-4-1, com Pato se revezando frequentemente com Carneiro entre a ponta esquerda e a função de referência do ataque.

Pato buscou o jogo o tempo todo. Pouco ficava na área para tentar tabelar. Errou as primeiras jogadas, prendendo demais a bola. Mas logo chamou atenção pedindo para bater uma falta bem próxima ao círculo central. Mesmo de longa distância, finalizou e carimbou o travessão.

Naquele momento, o São Caetano já tinha empatado a atividade e se destacava por fazer diversas faltas. Em uma delas. Hernanes levantou na área e Pato cabeceou nas redes, sob protesto dos adversários, que pediam impedimento. Mas só cumprimentos ao recém-contratado.

Pato ganhou confiança depois do gol. Cometeu erros, mas tentou arrancadas, algumas paradas com faltas, e buscou tabelas. Fez dois belos lançamentos desperdiçados na frente do goleiro por Carneiro e Edimar. Nitidamente, ainda falta um pouco de ritmo de jogo e entrosamento.

Na análise dos outros reforços, Tchê Tchê fez o que Cuca espera, ditando o ritmo do time até sem a bola. O volante subia tanto para pressionar a saída de bola que até ouviu pedidos para segurar um pouco o ímpeto. Já Vitor Bueno, aberto pela direita, foi bem taticamente, falhando em questões técnicas quando aparecia na área, como em um domínio errado na frente do goleiro.

Quem deixou a desejar foi o setor defensivo, que sofreu dois gols nos minutos finais. O gol que definiu a vitória por 3 a 2 do São Caetano, inclusive, saiu exatamente no último lance do jogo-treino. Assim, só os reservas do São Paulo Campeonato Paulista conseguiram triunfar, jogando apenas o primeiro tempo.

O Tricolor atuou no primeiro tempo com: Jean; Igor Vinícius, Rodrigo, Anderson Martins e Léo; Jucilei, Jonatan Gómez e Nenê; Helinho, Biro-Biro e Brenner. Ainda no primeiro tempo, Biro-Biro, que pouco contribuiu para a partida, chegou a ser trocado por Toró.

Destaque neste tempo para o gol de Jonatan Gómez, que foi quem mais finalizou e acabou premiado ao aproveitar um rebote. Helinho também chamou atenção com cobrança de falta que obrigou o goleiro do São Caetano a fazer bela defesa.

Fora isso, somente lances de pancada. Um deles ocorreu em forte choque de Jean com atacante do Azulão, com ambos permanecendo alguns minutos no chão e causando preocupação enquanto recebiam atendimento, mas os dois seguiram no jogo-treino normalmente. Já na parte final do primeiro tempo, Nenê sofreu uma entrada duríssima, que fez o árbitro aplicar cartão ao jogador do Azulão - outro do time do ABC ainda foi advertido no segundo tempo.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade