0

Ganso vibra com meninos da base e afirma: 'Espero dar esse suporte'

Sem protagonismo, meia assume o papel de coadjuvante e vê joias de Xerém brilhando nos jogos do Flu. Jogador é crítico com as próprias atuações e projeta reencontro com Autuori

22 mai 2019
13h58
atualizado às 16h59
  • separator
  • 0
  • comentários

A versão 2019 de Paulo Henrique Ganso segue com classe, refinamento e maestria, porém, sem tanto protagonismo de outras épocas. No Fluminense, o meia ainda é a estrela da companhia, por ter mais história e conquistas no futebol. No entanto, vem exercendo um papel de coadjuvante, vendo jogadores mais jovens brilhando e decidindo as partidas. O camisa 10 se mostra feliz com essa nova função, afirmando que é um grande prazer dar suporte para as joias de Xerém.

Ganso já marcou dois gols com a camisa tricolor (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Ganso já marcou dois gols com a camisa tricolor (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

- É uma felicidade enorme jogar com esses meninos. Vocês não acompanham tanto os treinos, mas existem muitos garotos que vem treinar aqui com a gente e tem suas qualidades. Vai surgir muita gente boa. Para mim é muito bom e espero dar esse suporte. Quando se é garoto você precisa de jogadores experientes para ter esse suporte e poder jogar tranquilo o futebol. São meninos que eu acompanhava desde antes de chegar. Sorte a minha de tê-los comigo aqui no Fluminense, atuando juntos. Espero que a gente possa vencer muito juntos aqui e conquistar coisas boas com todo mundo.

Com um pouco mais de três meses no Tricolor, Paulo Henrique Ganso já se sente em casa, principalmente pelo carinho que recebe de todos os torcedores. Entretanto em relação ao seu desempenho, o meia afirmou que fica contente quando o time vence, mas não se sente satisfeito.

- Estou me sentindo em casa, fui muito bem recepcionado. O carinho do torcedor tem sido excepcional. Temos de fazer o Fluminense ter grandes jogos e vencê-los para eles ficarem ainda mais felizes. É assim que preciso retribuir. Para ter nota 10 falta ser campeão. Quando eu for campeão, a atuação será nota 10. Não dá para ficar satisfeito com as minhas atuações. Fico contente quando o Fluminense vence. Tenho que melhorar sempre. A avaliação eu deixo para vocês.
A partida vai marcar o reencontro de Ganso com o técnico Paulo Autuori. Em 2013, os dois trabalharam juntos no São Paulo, mas o meia não teve bons resultados. Nos 13 jogos em que foi comandado pelo treinador, somou duas vitórias, três empates e oito derrotas. Apesar do mal retrospecto, Ganso fez elogios a Autuori, indicando que o elenco do Atlético Nacional vai jogar pelo técnico.

- O Autuori é um cara que cuida muito do vestiário, protege muito os jogadores. Então pode ter feito a diferença para ele seguir no comando. Acredito que os jogadores do Atlético Nacional devem ter conversado e pedido para ele seguir e por isso a atenção tem que ser bem maior para a partida.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade