PUBLICIDADE

Fluminense explica presença em reunião com Crivella e reafirma: 'Não é a hora de voltar'

Clube enviou Marcelo Penha, coordenador administrativo do clube para a última tentativa de diálogo para que o Tricolor tenha mais tempo antes da reestreia

17 jun 2020 12h24
| atualizado às 12h24
ver comentários
Publicidade

Enquanto dirigentes dos quatro grandes estavam reunidos com o prefeito Marcelo Crivella no Palácio da Cidade, no Rio de Janeiro, o Fluminense emitiu uma nota oficial explicando a presença de Marcelo Penha, coordenador administrativo do Tricolor, no encontro. O Flu afirmou que isso representa a abertura de diálogo e voltou a dizer que não é o momento de retomar o Campeonato Carioca.

Marcelo Penha foi o representante do Fluminense na reunião com Crivella (Foto: Ralff Santos/Fluminense F.C.)
Marcelo Penha foi o representante do Fluminense na reunião com Crivella (Foto: Ralff Santos/Fluminense F.C.)
Foto: Lance!

- O Fluminense Football Club enviou representante à reunião entre os clubes de futebol e a prefeitura, em atenção à institucionalidade e em demonstração de total abertura ao diálogo. No entanto, a presença de um dirigente do clube na reunião não significa anuência com a injustificável decisão do arbitral da Ferj de retorno imediato do campeonato, em meio a riscos ainda elevados de contaminação de atletas, funcionários e torcedores. Seguimos aguardando o bom senso da FERJ na remarcação das datas, e essa é nossa esperança. Mas reafirmamos que ainda não é a hora de voltar aos campos - diz a nota.

Depois de duas reuniões do arbitral da Ferj, Fluminense e Botafogo tem as reestreias no Estadual marcadas para a próxima segunda-feira, dia 22. Os clubes pediram uma semana a mais para que tivessem mais tempo de preparação, mas não foram atendidos.

Mesmo após o encontro com Crivella, as datas foram mantidas. O prefeito, porém, vai tentar novamente o diálogo para que a questão na vá para a Justiça. Os clubes já disseram que não vão jogar já na próxima semana.

Lance!
Publicidade
Publicidade