PUBLICIDADE

Ex-ESPN Brasil vence emissora na Justiça em ação trabalhista

Jornalista Lúcio de Castro entrou com ação contra canal esportivo pedindo reconhecimento de direitos referentes ao período dele na casa. Decisão no TRT-1 ainda cabe recurso

1 mar 2020 16h40
| atualizado às 19h09
ver comentários
Publicidade

O ex-ESPN Brasil Lúcio de Castro venceu a emissora na Justiça e terá reconhecido direitos trabalhistas pendentes. O jornalista entrou judicialmente contra o canal esportivo sobre vínculos empregatícios e pagamento de horas extras, férias, décimo terceiro e direitos previstos. Decisão ainda cabe recurso.

O processo, que correu no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, não constava um valor fixo a ser pago e caminhava a ação desde 2017 na Justiça. Lúcio deve receber 1/3 de férias, FGTS com indenização de 40% e valores adicionais, segundo o "UOL".

Lúcio foi repórter da ESPN Brasil entre 2010 a 2015 e fez parte de programas esportivos o "Bate Bola". Além dele, o narrador Dudu Monsanto participou das transmissões da emissora esportiva por 14 anos e cobra na Justiça Trabalhista cerca de R$1,6 milhão.

Outro nome que recorre por ações trabalhistas é Juliana Veiga, foi à Justiça pedir pagamento de quase 1 milhão de reais por direitos trabalhistas. Lúcio venceu em primeira e segunda instância, e a emissora recorreu em todas.

Veja mais:

Jovem é preso em flagrante em Brasília por suspeita de planejar atentado em baile funk:

 

Lance!
Publicidade
Publicidade