3 eventos ao vivo

Dorival confia em Paquetá focado no Fla: 'Sinto muito interesse do atleta'

Treinador confirmou que há um acordo entre Flamengo e Milan pelo meio-campista, mas não teme queda de rendimento do camisa 11 na reta final da temporada

11 out 2018
17h30
atualizado às 17h33
  • separator
  • comentários

Flamengo e Milan, nesta semana, costuraram um acordo pela transferência do meia Lucas Paquetá. Assim, a venda do camisa 11 para o clube italiano, apenas na próxima temporada, foi o principal assunto da coletiva de Dorival Júnior. O treinador confirmou as tratativas, mas demonstrou confiança em contar com o atleta comprometido com a equipe nesta reta final e decisiva do Brasileirão.

Dorival Júnior comentou o momento vivido por Lucas Paquetá (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Dorival Júnior comentou o momento vivido por Lucas Paquetá (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Foto: LANCE!

- O que nós sabemos, o que é oficial, é que existem um acordo básico entre as equipes que se consolidará no mês de janeiro. Não há motivo nenhum para que ele se sinta fora do grupo, fora do context. Tenho sentido um interesse muito grande do atleta. Não tem motivo para que aconteça nada diferente. É um jogador com quem contamos muito para a sequência da temporada - disse.Desde que chegou ao Flamengo, Dorival Júnior tem buscado conversar com os atletas seja para motivá-los, seja para orientá-los. A situação de Lucas Paquetá exigirá outro tipo de papo, admitiu o treinador, ressaltando a importância do meio-campista para a equipe: é o artilheiro e o principal articulador do Fla.

- É necessário (conversar com o meia). Tudo tem acontecido na carreira dele muito rápido. Ficamos satisfeitos em tê-lo no Flamengo, um grande jogador, pretendido por grandes equipes. Ma que mantenha o foco , a concentração. Estamos em um momento final de campeonato, decisivo. Queremos que termine nos ajudando o máximo possível dentro de sua capacidade - finalizou.

Confira outras respostas do treinador Dorival Júnior:

Comparação entre Lucas Paquetá e Kaká

Difícil fazer comparações entre profissionais. Se continuar atuando na condição que apresenta, tem totais condições de atingir um nível próximo ao que o Kaká apresentou durante a carreira. Espero que aconteça pela capacidade que tem, pelo que apresenta nos treinos, pelo interesse que tem no dia a dia... Quando o profissional tem isso, é natural que tenha muito a ganhar. Tem um objetivo determinado. Torço para que os treinadores que trabalharão com ele tenham a condição de ajudá-lo. É um jogador diferenciado, será um dos grandes e atingirá um nível alto como o Kaká atingiu.

Paralelo com a situação de Philipe Coutinho, quando Dorival treinava o Vasco

Acho que tudo passa pelo profissional. É natural que cada situação tenha suas particularidades e você tenha que trabalhar com alternativas. Com Coutinho, ele já sabia que viajaria e aproveitou o período conosco para buscar a melhor condição. Se entregava como ninguém nos treinamentos e atuou com a gente muito bem em uma sequência de jogos. Tínhamos um meio de campo jovem, com Alex Teixeira, Coutinho, Alan Kardec... Aquilo já dava uma motivação. Paquetá já vive a condição de ser o titular do Flamengo, então tem que administrar essa situação. Negociações ficam á parte, tem pessoas que cuidam dessa parte.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade