5 eventos ao vivo
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Palmeiras é punido com 3 jogos sem torcida como visitante

Clube foi punido pela confusão no jogo contra o Peñarol, em Montevidéu. Punição ao clube uruguaio ainda não foi determinada pela entidade

17 mai 2017
20h08
atualizado às 20h52
  • separator
  • comentários

O Palmeiras não poderá ter torcedores em suas próximas três partidas como visitante na Libertadores, além de pagar uma multa de 80 mil dólares. Essa foi a punição aplicada ao clube pela Conmebol devido à confusão generalizada da partida contra o Peñarol, em Montevidéu. A informação foi divulgada inicialmente pelo "Sportv".

Palmeiras foi punido pelos fatos do jogo contra o Peñarol - Foto: Cesar Greco
Palmeiras foi punido pelos fatos do jogo contra o Peñarol - Foto: Cesar Greco
Foto: LANCE!

O Palmeiras vai recorrer dessa decisão, assim como fez com a punição aplicada a Felipe Melo, que tomou seis jogos de gancho pelo soco que deu em Matías Mier durante a briga no gramado - já cumpriu um. Três jogadores do Peñarol tomaram cinco partidas de gancho.

A punição ao Peñarol ainda não foi divulgada pela entidade que comanda o futebol sul-americano. Nesta quarta-feira, houve uma audiência para que os uruguaios pudessem se defender. Foi um pedido da diretoria aurinegra.

O Alviverde se sentiu muito prejudicado pela decisão do Tribunal Disciplinar da Conmebol, mas já esperava que a punição fosse essa. A Universidad de Chile recebeu exatamente a mesma sanção pelo vandalismo de seus torcedores na Arena Corinthians, pela Copa Sul-Americana deste ano.

Se não conseguir reverter a decisão e for avançando na Libertadores, o Verdão jogará sem torcida nos duelos como visitante nas oitavas, nas quartas e nas semifinais. Se for eliminado antes de cumprir toda a pena, terá de fazê-lo na próxima competição organizada pela Conmebol que disputar.

O Palmeiras, ao menos, não precisará fechar os portões do Allianz Parque nos jogos em casa. Com isso, a venda de ingressos para o duelo com o Tucumán (ARG), na quarta-feira que vem, começa no sábado.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade