PUBLICIDADE

Com 10 desde o 1º tempo, Vasco perde para o Goiás na Série B

No Estádio Hailé Pinheiro, Vasco joga com um a menos desde os 5 minutos do 1º tempo e sai derrotado de partida em Goiânia

30 jun 2021 21h04
| atualizado às 21h13
ver comentários
Publicidade

No Estádio Hailé Pinheiro, o Goiás derrotou o Vasco por 1 a 0 pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O gol da partida foi marcado por Everton Brito no segundo tempo. Vale destacar que os visitantes jogaram durante praticamente toda partida com menos um, já que Bruno Gomes foi expulso com cinco minutos de jogo.

Com o resultado, o Esmeraldino soma 15 pontos e está na terceira colocação, enquanto o Gigante da Colina segue com 10 pontos e caiu para a oitava posição da Série B.

Bruno Gomes é expulso, e com gol de Everton Brito, Goiás vence o Vasco pela Série B do Brasileirão
Bruno Gomes é expulso, e com gol de Everton Brito, Goiás vence o Vasco pela Série B do Brasileirão
Foto: Carlos Costa / Futura Press

O Vasco volta a campo diante do Confiança (SE), em São Januário, no sábado, às 16h30. O Goiás, por sua vez, também atua no sábado, mas às 21h30, contra o Vitória, no Barradão. Ambos os jogos serão válidos pela nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Expulsão Inacreditável!

A partida começou morna e muito disputada no meio de campo, com entradas mais ríspidas. Na primeira delas, Bruno Gomes fez uma falta desnecessária e tomou amarelo logo aos dois minutos. O volante, que retornou de suspensão, chegou atrasado e deu um pisão no tornozelo do adversário e levou o segundo amarelo. Essa foi a quarta expulsão do jogador na carreira, com apenas 20 anos.

Boa postura defensiva

Com menos um, o Goiás não pressionou de maneira inicial como era esperado, e o Vasco conseguiu tocar bem a bola. O Esmeraldino decidiu apostar nos lances em profundidade com Apodi pela direita, e em rápido contra-ataque, a bola chegou em Alef Manga. O atacante fez boa jogada e achou Élvis que bateu par o gol, mas a bola saiu por cima da meta de Vanderlei.

Paredão Cruz-Maltino

Na segunda parte do primeiro tempo, o Cruz-Maltino conseguiu segurar os donos da casa, que aumentaram o ritmo, e foram ao ataque. Com a pressão, e boa troca de passes, Reynaldo dominou na esquerda e cruzou na área para Elvis. O camisa 10 novamente levou perigo, e obrigou o arqueiro vascaíno a fazer uma linda defesa e mandar para escanteio.

Chance lá.. chance cá

O jogador mais perigoso do Esmeraldino era Elvis, que chegou assustou novamente aos 42. Em rápida jogada de Luan Dias, Bruno Mezenga fez um corta-luz, e o camisa 10 chutou para Vanderlei defender em dois tempo. O Gigante da Colina colocou os nove homens atrás para segurar o adversário e em alguns momentos chegava na frente. Em uma delas, Cano recebeu na entrada da área depois de boa trama do ataque vascaíno, e soltou uma bomba por cima do gol de Tadeu.

No fim do primeiro tempo, Elvis deu um chutão e encontrou Everton Brito. Contudo, o goleiro Vanderlei saiu da área e de cabeça afastou, mas a bola parou no pé do camisa 19 que mesmo desequilibrado tentou acertar o gol, mas a bola foi em direção à linha de fundo.

Esmeraldino pressiona, mas peca na finalização

Na volta do intervalo, Marcelo Cabo fez duas alterações e tirou Galarza, que já tinha amarelo. Com Léo Jabá e Gabriel Pec em campo, o time apostava nos contra-ataques. Mas foi o Esmeraldino que chegou com perigo com Albano. O jogador recebeu na entrada da área e bateu cruzado, no canto, obrigando Vanderlei a fazer uma boa defesa. Em outra boa chance, Alef Manga recebeu em profundidade, mas desperdiçou a chance ao chutar por cima.

Tanto bate... até que fura

O Goiás pressionava o adversário, mas não conseguia abrir o placar. Até que aos 34 minutos, Miguel Silveira deu um belo chute de fora da área e acertou a trave do goleiro Vanderlei. No rebote, Everton Brito, com tranquilidade, estufou a rede. No fim, quase Mezenga amplia, ao tentar finalizar o cruzamento de Apodi, mas não conseguiu.

O Goiás ainda teve tempo para dar mais um susto na meta do goleiro Vanderlei. Everton Ribeiro recebeu bom passe de letra de Bruno Mezenga e ficou cara a cara com o arqueiro vascaíno. O jogador finalizou, mas o goleiro vascaíno fez boa defesa e fechou o gol.

Confusão no fim

Após o apito final, uma confusão ganhou a beira do campo. Com o clima quente, o árbitro Douglas Marques das Flores expulsou o meio-campista Juninho, do Vasco. O jogador se estranhou com o atleta Dadá Belmonte, e será mais um desfalque do Cruz-Maltino na próxima rodada.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 1X0 VASCO

Data/Hora: 30/06/2021, às 19h (de Brasília)

Local: Estádio Hailé Pinheiro (da Serrinha), Goiânia (GO)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA-SP)

Quarto Árbitro: Breno Vieira Souza (GO)

Cartões Amarelos: David Duarte, Alef Manga e Albano (GO) / Matías Galarza, Morato, Léo Jabá e Vanderlei (VAS)

Cartões Vermelhos: Bruno Gomes e Juninho (VAS)

Gols: Everton Brito (34'2T)

GOIÁS (Técnico: Pintado)

Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Hugo; Caio Vinícius, Breno (Everton Brito 39'/2T), Luan Dias (Albano 15'/2T), Elvis (Miguel Figueira 15'/2T); Alef Manga (Dadá Belmonte 27'/2T) e Bruno Mezenga.

VASCO (Técnico: Marcelo Cabo)

Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e MT; Andrey (João Pedro , Bruno Gomes (expulso aos 5'/1T), Galarza (Michel - intervalo) e Sarrafiore (Léo Jabá - intervalo); Morato (Gabriel Pec 3'/2T e Cano (Daniel Amorim 31'/2T).

Lance!
Publicidade
Publicidade