2 eventos ao vivo

Chelsea e Arsenal fazem a final da Liga Europa nesta quarta-feira

No Azerbaijão, londrinos, rivais históricos, decidem pela primeira vez um torneio europeu

28 mai 2019
16h31
  • separator
  • comentários

Rivais eternos, Chelsea e Arsenal terão o jogo com maior importância na rica história dos confrontos entre os clubes. Nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão, os Blues e os Gunners farão a decisão da Liga Europa, a partir das 16h (horário de Brasília).

Blues e Gunners decidem a Europa League nesta quarta (Arte: LANCE!)
Blues e Gunners decidem a Europa League nesta quarta (Arte: LANCE!)
Foto: Lance!

Os Blues, campeões da competição em 2012/2013, buscam o segundo título para encerrar a temporada com chave de ouro. Já os Gunners, que nunca conquistaram o título da competição, querem a taça inédita e, de quebra, a classificação para a Liga dos Campeões, que não veio pela Premier League.

SARRI PREVÊ UM JOGO ABERTO
Contratado nesta temporada para colocar 'ordem na casa' no Chelsea, Sarri viveu altos e baixos no comando dos Blues, sendo contestado e cotado para deixar o clube em certo momento. No entanto, o italiano conseguiu levar o Chelsea até o G4 da Premier League e até a decisão desta quarta.

Em coletiva, o técnico italiano salientou a rivalidade entre Arsenal e Chelsea,
'vizinhos' londrinos, e comentou sobre a necessidade de conquistar o título da Liga Europa logo em sua primeira temporada.

- Normalmente contra o Arsenal, é um jogo aberto. Eles têm dois atacantes muito perigosos (Lacazette e Aubameyang). Eles são muito perigosos na fase ofensiva. Eles são agressivos e capazes de pressionar bem na saída de bola, então não é fácil jogar contra eles. Nós não queríamos jogar esta final para ir para a Liga dos Campeões. A final é muito importante para nós, e nosso sentimento é que merecemos ganhar um troféu nesta temporada - disse.

EMERY QUER O TIME FOCADO
Já do outro lado do confronto, Unai Emery é o técnico que mais vezes conquistou o título da Liga Europa. Foram três títulos comandando o Sevilla, e agora à frente do Arsenal, o treinador quer repetir o feito e conquistar novamente o torneio europeu.

Na coletiva pré-jogo, Emery afirmou que a conversa com os jogadores durante toda competição foi baseada em pedir foco total dos atletas na competição, que vale a vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada.

- A primeira coisa que tive de transmitir aos jogadores nesta temporada é que queremos todas as competições. Quando começamos a jogar nos primeiros jogos da Liga Europa, alguns jogadores preferiram jogar a Premier League. Tudo bem, mas eu que vou decidir quando vão descansar ou não. Não quero que você pense que não jogará nas primeiras rodadas e, no entanto, quando chegarmos à semifinal ou à final, você me diz: "Estou aqui para jogar". Durante toda a temporada, a abordagem desta competição tem sido de foco total, ambição de fazer algo importante para sentir essa competição como nós queremos - destacou.

DUELOS OFENSIVOS
De um lado, Eden Hazard é o comandante do ataque do Chelsea na temporada. O craque belga, que pode fazer seu último jogo com a camisa dos Blues nesta quarta caso assine com o Real Madrid, é o principal jogador da equipe e a referência técnica. Hazard, por conta disso, é um jogador para ficar de olho na partida, já que pode desequilibrar a qualquer momento a favor dos Blues.

Por outro lado, Pierre-Emerick Aubameyang é o principal jogador do Arsenal na temporada. Artilheiro da Premier League ao lado de Mané e Salah, ambos do Liverpool, o gabonês é também o goleador máximo do Arsenal na Europa League com oito gols e vive um grande final de temporada.

DESPEDIDA
Petr Cech, goleiro ídolo histórico do Chelsea, fará sua última partida como profissional nesta quarta-feira com a camisa do Arsenal, justamente contra os Blues. O experiente arqueiro de 37 anos vai aposentar as luvas e pode ser decisivo para conquistar o título inédito para os Gunners contra o seu antigo clube.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Chelsea: Arrizabalaga; Azpilicueta, Christensen, David Luiz, Alonso; Kanté/Kovacic, Jorginho, Barkley; Pedro, Giroud, Hazard
Técnico: Maurizio Sarri

Arsenal: Cech; Kolasinac, Koscielny, Sokratis, Mustafi, Maitland-Niles; Xhaka, Torreira; Aubameyang, Özil; Lacazette
Técnico: Unai Emery

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade